Notícias Notícias

Voltar

HC iniciará instalação de Correios Pneumáticos

Inovação

HC iniciará instalação de Correios Pneumáticos

Serão quase 2 km de tubos de ar pressurizado que transportarão exames e medicamentos

 

Mantendo sua excelência no ensino, na pesquisa e na assistência, o HC tem conseguido avançar alinhando sua tradição às novas tecnologias. Aos seus quase 60 anos e cerca de 65 mil  metros quadrados, mais uma inovação passa a dividir espaço com a história de pioneirismo da instituição: o correio pneumático, que consiste em uma linha de transmissão interna em que é possível, por meio de tubos de ar pressurizado, enviar e receber materiais – medicamentos e exames laboratoriais –  com agilidade.

A Superintendente do CHC, Claudete Reggiani, lembra que esse tipo de iniciativa faz com que o Complexo se mantenha entre as instituições mais inovadoras na área da saúde. “Serão quase dois quilômetros de tubos que darão celeridade ao processo de entrega no Hospital, facilitando a organização física de um hospital vertical com uma metragem considerável”.

Segundo Washington Batista de Souza, engenheiro e chefe do Setor de Infraestrutura Física, “a implantação dos correios pneumáticos vai significar  um avanço tecnológico sem precedentes, principalmente  num hospital da rede pública. Amostras laboratoriais, exames e medicamentos poderão ser transportados por todo o Hospital, de forma vertical e horizontal, trazendo segurança e comodidade para cada profissional.

Ao todo serão 36 pontos instalados em todo o HC, com capacidade de transporte de 10 mil itens por dia e com tempo máximo de entrega estimado em três minutos. A tecnologia ainda permite controlar a velocidade e é operado por um sistema que garante segurança na entrega de materiais biológicos ou sensíveis.

“Essa é a realização de um sonho. Hoje as pessoas precisam se deslocar longos percursos para entregar e coletar material. O novo sistema muda e agiliza imensamente a liberação dos resultados, além, claro, de otimizar o tempo dos profissionais” – explica Marisol Dominguez Muro, chefe da Unidade Laboratório de Análises Clínicas.

Para Daniela Saboia Gruber Dall´Stella, chefe da Unidade de Dispensação Farmacêutica, a automação dará mais agilidade, facilitando a rotina da Farmácia Hospitalar: “o sistema automatiza o processo, dá agilidade na entrega de medicamentos, facilita o deslocamento, facilita o controle de prioridades e otimiza a rotina, de um modo geral”.

A entrega completa da obra deve acontecer até o final de 2020 e custou cerca de R$ 2 milhões ao Complexo.