Notícias Notícias

Voltar

Fisioterapia e Coronavírus: como funciona a reabilitação de pacientes que tiveram COVID-19?

COVID-19

Fisioterapia e Coronavírus: como funciona a reabilitação de pacientes que tiveram COVID-19?

O Brasil apresenta 255 mil casos confirmados de COVID-19 (18/5) e aproximadamente 100 mil casos recuperados. Os números de ocorrências nacionais de coronavírus podem ser acompanhados pelo site Painel Coronavírus do Ministério da Saúde.

Reprodução: UNICOM

Fonte: Secretarias Estaduais de Saúde. Brasil, 2020

 

Mesmo com situações de recuperações, ainda há dúvidas sobre o tratamento pós-hospitalar do paciente que foi infectado pela COVID-19. Segundo a fisioterapeuta especialista em terapia intensiva e em fisioterapia respiratória, Valéria Cabral Neves, os métodos de reabilitação podem ocorrer com a ajuda fisioterapêutica: “O fisioterapeuta é um profissional que atua na fase aguda da COVID-19, principalmente no manejo da via aérea e na manutenção do paciente sob ventilação mecânica, ou seja, na terapia respiratória. Essa área da fisioterapia ainda é pouco conhecida e tem destaque neste momento de pandemia. O fisioterapeuta reabilita o pulmão lesado com técnicas e manobras para melhorar a oxigenação e a ventilação pulmonar. Um exemplo de técnica muito utilizada no paciente com o coronavírus é a posição prona.”

 

 

Em seu artigo comentado para a Associação de Medicina Intensiva Brasileira, Valéria comenta sobre os processos de identificação da COVID-19 até o tratamento do paciente com ênfase no papel da fisioterapia:  “A assistência fisioterapêutica aos pacientes diagnosticados com COVID-19 deve seguir quatro princípios fundamentais: identificação precoce, isolamento, diagnóstico e tratamento individualizado. (...) Embora ainda sejam necessárias inúmeras pesquisas para validação das técnicas utilizadas pelo fisioterapeuta, é importante lembrar que durante o tratamento intensivo desses pacientes com ventilação mecânica protetora, o uso de sedação e de bloqueadores neuromusculares, esses pacientes apresentarão um alto risco de desenvolver fraqueza muscular adquirida na UTI e consequentemente a piora da morbimortalidade.”

 

Com isso o objetivo do tratamento fisioterapêutico é que os pacientes possam recuperar suas condições cardiorrespiratórias e musculoesqueléticas com programas de atividades físicas pós-hospitalares.

 

Fases do tratamento da COVID-19 com auxílio de fisioterapeutas 

Abaixo há o infográfico mostrando a atuação do profissional de fisioterapia em todas as fases do tratamento do coronavírus.

 

Fontes:

Painel Coronavírus - Coronavírus Brasil

NEVES, Valéria Cabral. Artigo comentado - Physiotherapists during COVID-19: usual business, in unusual times. Curitiba: Associação de Medicina Intensiva Brasileira, 2020. Disponível em: Artigo comentado - Physiotherapists during COVID-19: usual business, in unusual times