Notícias Notícias

Voltar

Complexo HC passa a utilizar novo sistema na gestão do cuidado de pacientes internados

Assistência

Complexo HC passa a utilizar novo sistema na gestão do cuidado de pacientes internados

 

A Enfermaria Respiratória II do CHC passou a utilizar um novo sistema para monitoramento dos sinais vitais dos pacientes. O método consiste no uso de um aplicativo que analisa as condições clínicas em tempo real por meio da inteligência artificial e aprendizagem de máquina.

 

O sistema, desenvolvido por uma empresa privada, teve o projeto de implementação no CHC criado pela Enfermeira Flávia Leticia Adão sob a orientação dos médicos Hugo Morales e Sônia Raboni, apoio da governança do CHC-UFPR e financiamento da Associação dos Amigos do HC.

 

Inicialmente, o projeto seria implementado nas Unidades de Ortopedia e de Infectologia. Porém, em decorrência da Pandemia, optou-se por começar pela Enfermaria Respiratória II, que atende pacientes suspeitos e confirmados de Covid-19.

 

“O maior benefício da utilização desse software para os pacientes é uma maior segurança no manejo e tomada de decisão clínica, uma vez que o sistema detecta precocemente a deterioração do quadro clínico do paciente hospitalizado e propicia uma ação primária”, explica a enfermeira Flávia Adão.

 

O monitoramento mais constante pela equipe assistencial, permite verificar antecipadamente a necessidade de transferência para as unidades críticas, propiciando um desfecho clínico com maior probabilidade de recuperação em menos tempo.

 

“Os benefícios para o CHC enquanto hospital escola é de grande valia educacional uma vez que os residentes médicos poderão conhecer e utilizar uma ferramenta de última geração tecnológica”, destaca Sônia Raboni.

 

Espera-se que todos os pacientes atendidos na Enfermaria Respiratória II tenham uma resposta de decisão clínica mais efetiva com a utilização do software. Dessa forma, são gerados benefícios à sociedade com a redução do período de internação hospitalar de cada paciente, maior rotatividade na ocupação dos leitos e redução de custos.

 

“A experiência desse monitoramento para a enfermaria, que no momento está destinada a atender pacientes suspeitos e confirmados de Covid-19, será de imenso valor, uma vez que o software traz uma leitura visual intuitiva e de fácil compreensão para que a equipe monitore os sinais clínicos dos pacientes”, completa a médica.