Notícias Notícias

Voltar

HC-UFG receberá R$ 2,3 milhões do Programa Rehuf

REHUF

HC-UFG receberá R$ 2,3 milhões do Programa Rehuf

Recurso faz parte de um montante de R$ 79,5 milhões do Programa, liberados nesta segunda-feira (01) para 48 unidades hospitalares, por meio de portaria publicada no DOU.

O Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC-UFG), vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), receberá um importante reforço financeiro, no valor de R$2,3 milhões, do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), do Ministério da Saúde. O Programa é gerido pela Ebserh e conta também com recursos do Ministério da Educação.

O recurso faz parte de um montante de R$ 79,5 milhões, que serão destinados a 48 unidades hospitalares, incluindo os hospitais da Rede Ebserh, liberados por meio de Portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, 01/07 (veja a portaria no DOU).

Todas as liberações de verbas fazem parte de um planejamento prévio feito pela Ebserh para garantir os investimentos e manutenção dos serviços das unidades. "Esses recursos buscam atender o pleno funcionamento dos hospitais universitários federais na parte de assistência, formação de profissionais, na aquisição de equipamentos e estruturação física das unidades. Desta forma, poderemos aperfeiçoar o que já vem sem sendo feito nessas unidades", explicou Eduardo Vieira, vice-presidente da Ebserh e presidente do Comitê Interno do Rehuf.

O superintendente do HC-UFG, José Garcia Neto, afirma que esse recurso irá atender as áreas terceirizadas, que são essenciais para o hospital, como higienização, segurança, portaria, nutrição e processamento de roupas. “A manutenção destes serviços é de vital importância para mantermos a qualidade e eficiência dos nossos serviços e a prestação de uma assistência de qualidade aos nossos pacientes”, afirmou.

O Programa e a Ebserh

Os recursos do Rehuf são geridos pela Ebserh e disponibilizados pelo MEC e pelo MS. O programa destina-se à reestruturação e revitalização dos hospitais vinculados às universidades federais, incluindo as não filiadas à Ebserh. A descentralização dos recursos obedece a critérios como o porte do hospital (número de leitos), o perfil assistencial (baixa, média ou alta complexidade), entre outros.

O objetivo é criar condições materiais e institucionais para que os hospitais universitários federais possam oferecer atendimento médico e hospitalar de qualidade, além de apoiar o ensino e a pesquisa.

Vinculada ao MEC, a Ebserh foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Ascom HC-UFG e CCS/Ebserh