Notícias Notícias

Voltar

Hospitais da Rede Ebserh receberão R$ 108 milhões para obras e equipamentos

Investimentos

Hospitais da Rede Ebserh receberão R$ 108 milhões para obras e equipamentos

Gestores assinaram contrato que estabelece o compromisso de aplicação dos recursos naquilo que foi planejado

Os hospitais da Rede Ebserh receberão, até dezembro, mais de R$ 108 milhões para investimento em estrutura física e tecnológica. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 10, pelo presidente da Rede Ebserh, Oswaldo Ferreira, na abertura de um evento que reúne gestores da sede e das unidades vinculadas até quarta, 11. A liberação da verba se dará por meio do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais – gerido pela Ebserh com recursos dos ministérios da Educação (MEC) e da Saúde (MS) – e destinados a obras para reforma e melhoria estrutural e à renovação do parque tecnológico dos hospitais – que inclui equipamentos de infraestrutura, médico-hospitalares, de hotelaria hospitalar e de tecnologia da informação.

Para a consolidação desse planejamento, foi implementado um plano de investimentos que estabeleceu uma priorização de acordo com critérios técnicos, viabilizando as ações propostas. A iniciativa contou ainda com um contrato de objetivos – assinado pelo presidente da Ebserh e pelos superintendentes dos hospitais ao final do evento, na tarde desta quarta-feira – que estabelece a responsabilidade dos envolvidos. Na prática, isso significa que uma obra, por exemplo, apenas receberá os investimentos após o comprometimento com o seu término, o que evitará o desperdício de dinheiro público. 

Para Oswaldo Ferreira, o contrato é uma metodologia de trabalho que se reflete em uma expetativa real de crédito. “O que está registrado será cumprido, tanto da parte da sede quanto da parte dos hospitais. A próxima etapa é de assinarmos um contrato com previsão de ações para 2020 e isso será feito no mês de novembro. Isso significa atuar com antecipação, o que nos permitirá cumprir as diversas tarefas planejadas antecipadamente, priorizando o que deve ser realizado. O gestor tem que ter essa antecipação”, explicou Ferreira.

A superintendente do Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (HU-UFMA/Ebserh), Joyce Santos Lages, classificou a ação como positiva e disciplinadora. “É uma iniciativa que organiza o fluxo entre a demanda que é necessária para o hospital e a forma da descentralização [liberação dos recursos]. Significa também o compromisso por parte do hospital de investir os recursos especificamente naquilo que foi planejado” avaliou.

A opinião foi compartilhada por Valter Joviniano, superintendente do Hospital Universitário de Lagarto da Universidade Federal de Sergipe (HUL-UFS/Ebserh). “O contrato nos dá a possibilidade de efetivamente executar o que foi planejado, fazendo com que todo o desenho feito para o ano se concretize, acarretando melhorias na assistência e no ensino para o nosso hospital”, disse.

O Encontro da Alta Gestão da Rede Ebserh é realizado periodicamente e reúne a Diretoria Executiva da estatal e os superintendentes de todos os hospitais universitários federais vinculados à instituição. Durante a reunião, foram apresentados os avanços organizacionais alcançados no último semestre e os desafios a serem superados no próximo período. Além disso, os gestores tiveram a oportunidade de debater ações de Governança Pública, Compliance e Integridade.

 

Investimentos no HC-UFG

De acordo com a gerente Administrativa do HC-UFG, Marcia Yassunaga, o investimento no hospital será de R$ 3.161.666,67. Desse total, R$ 2.236.666,67 serão destinados para equipamentos médico-hospitalares, como monitor multiparamétrico, máquina de hemodiálise, equipamento de ultrassom, cama elétrica e ventilador pulmonar, contribuindo para o pleno funcionamento do hospital em relação ao ensino, pesquisa e extensão e assistência à saúde.

“O restante, R$ 925.000,00, será direcionado para a aquisição de microcomputadores, servidores e software, visando aprimorar as atividades hospitalares, a melhoria do processo das gestões administrativa, de ensino e assistência, além da recuperação e modernização do parque tecnológico”, conclui.

 

Sobre a Rede Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.