Notícias Notícias

Voltar

Mutirão de Prevenção ao Câncer de Pele atende 150 pessoas

Dezembro Laranja

Mutirão de Prevenção ao Câncer de Pele atende 150 pessoas

Os atendimentos gratuitos foram oferecidos no Ambulatório e Centro Cirúrgico do HU-Furg

O balanço do Mutirão de Prevenção ao Câncer de Pele, fechou com resultado positivo, com atendimento a 150 pessoas. A ação, que ocorreu no sábado (07), integra a Campanha de Conscientização, Prevenção e Diagnóstico do Câncer de Pele, uma inciativa da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Em Rio Grande, a campanha é desenvolvida há quase duas décadas, sempre no início de dezembro, em parceria com o Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr. da Universidade Federal do Rio Grande (HU-Furg), vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

No HU-Furg, as pessoas passaram por uma triagem e, as que apresentavam sinais sugestivos de câncer de pele, foram encaminhadas para a realização de consulta com dermatologista. No total, foram realizadas 150 consultas no Ambulatório Central, sendo que 92 pessoas receberam aplicações de crioterapia e ouras 28 pessoas passaram cirurgias ambulatoriais (biópsias), feitas ainda no sábado. Outros 24 procedimentos foram agendados e serão realizados até o final de janeiro de 2020. “Os pacientes já reconhecem as lesões que são alvo da campanha e comparecem para o atendimento. Muitos pacientes que não foram atendidos no sábado, pois apresentavam outros problemas dermatológicos (dermatites, psoríase, vitiligo e rosácea), mas foram orientados a procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência, para pedir o encaminhamento”, esclareceu a enfermeira Elaine Miranda Pinheiro.

Todos os atendimentos foram realizados de forma gratuita, via Sistema Único de Saúde (SUS), como enfatiza o professor de Cirurgia e coordenador da equipe cirúrgica, Luciano Zogbi, “é importante salientar que, além das cirurgias feitas, todos esses pacientes foram inseridos no nosso serviço do HU para acompanhamento ambulatorial e tratamento cirúrgico de maior complexidade, conforme o resultado das biópsias realizadas, tudo completamente gratuito”. Lembrando que o número de fichas foi limitado, de acordo com o grupo de profissionais disponíveis para realizar o atendimento, como afirmou o dermatologista e coordenador da Campanha Dezembro Laranja, Fábio Andrade, “o número de fichas a serem atendidas comporta o número de dermatologistas que estão à disposição para fazer o atendimento. Neste ano, atendemos 150 fichas, de maneira coerente e resolvendo os problemas apresentados”.

Além dos profissionais da SBD, do HU-Furg e da Furg, participaram dos atendimentos os acadêmicos da Residência Médica e das Ligas de Dermatologia e de Cirurgia. Foram nove consultórios e quatro salas cirúrgicas atendendo simultaneamente, como salienta Zogbi, “operar 28 indivíduos com êxito e qualidade, em uma manhã de sábado, foi possível graças ao trabalho em equipe, principalmente com o apoio da Equipe de Enfermagem e de Serviços do HU. Contamos com quatro salas cirúrgicas simultâneas, que eram completamente higienizadas e trocadas a cada cirurgia”.

Fique atento aos #sinaisdocancerdepele e participe do #dezembrolaranja.


Sobre a Rede Hospitalar Ebserh

O Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr. da Universidade Federal do Rio Grande (HU-Furg) faz parte da Rede Hospitalar Ebserh desde julho de 2015. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, a os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

 

Assessoria de Comunicação do HU-Furg/Ebserh

Imagens: