Notícias Notícias

Voltar

HU-UFMA é a sexta instituição Federal com maior transparência ativa no país

Transparência

HU-UFMA é a sexta instituição Federal com maior transparência ativa no país

O ranking divulgado pela CGU avaliou informações disponibilizadas online por todas as instituições do Poder Executivo Federal

O Hospital Universitário da UFMA, vinculado a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (HU-UFMA/Ebserh) está entre as seis instituições do Poder Executivo Federal com maior transparência ativa de um total de 300 instituições avaliadas. Entre os hospitais da Rede Ebserh, o HU-UFMA ficou em terceiro lugar e entre as instituições Federais no Maranhão ficou em primeiro lugar, reafirmando o compromisso da gestão com a transparência das informações para toda a sociedade. O ranking foi divulgado pela Controladoria Geral da União (CGU), órgão responsável por monitorar a implementação da Lei nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação- LAI), que o faz através do Sistema de Transparência Ativa (STA), uma ferramenta que os órgãos e entidades do Poder Executivo Federal preenchem obrigatoriamente para o monitoramento dos dados.

Primando pelo cumprimento dessas recomendações e pela celeridade das atualizações de informações no site institucional, foi criado um grupo de trabalho voltado especificamente para tratar dessas questões. O grupo é constituído pelo ouvidor do HU-UFMA, Pedro Germano Neto, pelo chefe da Unidade de Planejamento, Álvaro Andrade e pela jornalista da Unidade de Comunicação Social, Danielle Morais. O grupo realizou reuniões presenciais e on-line, e mesmo durante a pandemia do novo coronavírus permaneceram com as atividades, sendo possível a entrega de um ótimo resultado, conforme pode ser comprovado com a obtenção de 97,92% de itens cumpridos até o prazo final do preenchimento do STA. De 49 itens de transparência ativa avaliados, 47 atendem as exigências.

Ainda em março, quando o processo de organização das informações no site foi iniciado, o HU-UFMA ocupava a 152º posição no ranking, com 14,29% de itens cumpridos, 18,37% de cumpridos parcialmente e 67,35% que não estavam de acordo. O ouvidor Pedro Germano Neto, destaca a importância do trabalho desenvolvido e o impacto positivo dessa transparência para a melhoria da gestão “A transparência, apesar de um requisito legal a ser cumprido, é uma estratégia de gestão que facilita o fluxo informacional e o controle das prestações de serviços. Toda a equipe está de parabéns, pois mesmo em meio à pandemia, conseguiu-se evoluir consideravelmente, em relação à transparência ativa no HU-UFMA” ressaltou ele.

Esse resultado positivo só foi possível graças ao empenho de toda uma equipe e principalmente da Gerência Administrativa e dos setores ligados a ela, responsáveis por fornecer boa parte dos dados que precisavam ser disponibilizados de forma transparente e de fácil acesso a todos. 

O gerente de Administração, Eurico Santos Neto, reforça que o resultado demonstra a maturidade da gestão administrativa e financeira do HU-UFMA. “As informações administrativas precisam ser coletadas em sistemas gerenciais do hospital, bem como em sistemas públicos financeiros que buscam garantir a efetividade e eficiência com a qual gerimos os recursos. Não é fácil consolidar essas informações, uma vez que elas estão distribuídas em vários sistemas. Hoje, conseguimos mostrar pelo site de forma atualizada dados de contratos, de execução orçamentária, financeira, entre outros, além do painel financeiro elaborado pela sede, que demonstra todo o andamento administrativo e financeiro, em vários aspectos, fazendo também a comparação com outros anos. Tudo isso demonstra uma maturidade de gestão, de transparência e de responsabilidade com o recurso público”.

Para o reitor da Universidade Federal do Maranhão - UFMA, Natalino Salgado Filho, é motivo de grande júbilo ter uma das unidades da universidade nessa colocação. “O Hospital Universitário é o maior centro de extensão da UFMA, responsável pela formação de milhares de estudantes da área da saúde. Perceber que essa grandiosa missão de educar, ensinar e tratar os pacientes do SUS está aliada a um esforço exitoso de gestão é muito gratificante. O HU, possui uma cultura de décadas de boas práticas de gestão que se aprimora a cada dia, sempre em sintonia com os órgãos de auditoria federal. A transparência dos nossos processos é exemplar, o reconhecimento pelos órgãos de controle ratifica essa tradição”.

A superintendente do HU-UFMA, Joyce Santos Lages, afirmou que o resultado foi fruto de um esforço coletivo e parabenizou a equipe pelo trabalho desenvolvido. “Não medimos esforços e evoluímos muito em todos os quesitos recomendados pelos órgãos de controle, esse resultado nos dá ânimo para continuarmos trabalhando e não só manter, mas melhorar ainda mais, pois isso reforça o nosso compromisso com cada usuário da nossa instituição e com toda a sociedade”, disse ela.

A LAI estabelece que as informações de interesse coletivo ou geral devem ser divulgadas pelos órgãos públicos, espontânea e proativamente, independentemente de solicitações. Além disso, no art. 8º prevê um rol mínimo de dados que os órgãos e entidades devem, obrigatoriamente, divulgar nas suas páginas oficiais na internet, no menu “Acesso à Informação”. Diante disso, a equipe do HU-UFMA trabalhou para atender a todas essas exigências.

Para conferir os dados do ranking e outras informações do Painel “Lei de Acesso à Informação” clique no link:  http://paineis.cgu.gov.br/lai/index.htm

Sobre a Ebserh

Desde janeiro de 2013, o HU-UFMA é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que administra atualmente 40 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Por Danielle Morais

Ascom HU-UFMA