Notícias Notícias

Voltar

Mais de 93% dos usuários estão satisfeitos com atendimento no HU-UFMA

RECONHECIMENTO

Mais de 93% dos usuários estão satisfeitos com atendimento no HU-UFMA

Pesquisa de opinião pública ouviu 363 pessoas entre 22 de junho e 1º de julho deste ano

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) divulgou nesta quarta-feira, 30, o resultado da pesquisa de satisfação dos usuários dos hospitais universitários federais, durante reunião do Conselho de Administração da estatal, em Brasília. O Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA) alcançou um índice de 93,1% quanto ao atendimento recebido.

O resultado supera em mais de 20 pontos o alcançado no ciclo anterior, de 77,14%. Outro dado aponta um número ainda maior. A pergunta se indicariam o hospital a um amigo ou familiar 99,7% dos usuários responderam que sim. Este ano, a pesquisa incluiu a avaliação de novos indicadores como refeição, sinalização e acessibilidade.

Foram entrevistados 363 usuários, entre pacientes e acompanhantes, no período compreendido entre 22 de junho e 1º de julho deste ano. Do total, 195 nos ambulatórios e 168 nas internações, nas Unidades Presidente Dutra (UPD) e Materno Infantil (UMI). A coleta de dados foi efetivada pela equipe da Ouvidoria do HU-UFMA, com a contribuição de acadêmicos da Universidade Federal do Maranhão dos cursos de medicina e relações públicas, em parceria com a Gerência de Ensino e Pesquisa.

O ouvidor do HU-UFMA, Pedro Germano Nobre Netodestaca a importância da pesquisa para os avanços no atendimento. “A Pesquisa de Satisfação dos Usuários é uma importante ferramenta para auxiliar a gestão na tomada de decisões acerca dos aspectos avaliados, como estrutura, atendimento e avaliação geral do Hospital. Por outro lado, a medição do nível de satisfação contribui para que os usuários participem da gestão de uma forma mais ativa, em que suas avaliações possibilitam a promoção de discussões e ações acerca da melhoria contínua dos serviços”.

A superintendente do HU-UFMA, Joyce Santos Lages, recebeu o resultado com serenidade e diz acreditar que a satisfação do usuário é um reconhecimento importante ao serviço prestado pelo HU-UFMA. “Somos uma instituição de ensino, mas alcançar um índice tão alto de usuários satisfeitos nos dá a certeza que estamos no caminho certo ao buscar sempre a melhoria contínua na oferta de serviços e na formação de recursos humanos qualificados”.

A pesquisa foi realizada em todos os hospitais universitários federais que integram à Rede da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). A ouvidora-geral da Rede Ebserh, Savana Dantas, explicou as mudanças em relação às edições anteriores. “Esta é a primeira vez em que aplicamos esse novo questionário, que incluiu avaliação de novos indicadores, como refeição, sinalização e acessibilidade, além da disposição dos resultados em painéis, acessíveis tanto ao público externo quanto aos gestores, em tempo real e de maneira mais interativa. Também foi o primeiro ano em que 100% dos hospitais da rede participaram”, ressaltou.

A Pesquisa de Satisfação do Usuário é aplicada desde 2014. É responsável direta por mudanças em diversos hospitais da Rede, de forma a atender melhor pacientes, acompanhantes, trabalhadores e comunidade acadêmica, conforme aponta levantamento realizado pela Ouvidoria-geral. Em relação à estrutura física dos espaços de recepção, por exemplo, podem ser citadas reformas, substituição de mobiliários como cadeiras, poltronas e macas, instalação de bebedouros, televisões, aparelhos de ar-condicionado e readequação da iluminação, tudo isso considerando os resultados apontados nas pesquisas.

“A pesquisa é uma iniciativa interna, construída pelos próprios ouvidores em parceria com estatísticos e equipes de TI da rede e, por isso, está sempre aberta a melhorias. Temos a liberdade de construir o modelo que melhor se adequa à realidade da Ebserh sem qualquer custo adicional, já que todo o processo (da construção do modelo à aplicação em si) é feita por atores internos. Considerando isso, temos a consciência de que o modelo sempre pode avançar e temos buscado o aprimoramento da pesquisa, tornando-a um processo de construção coletiva”, finalizou Savana Dantas.

Durante o ciclo de pesquisa são avaliados diversos itens como: indicação a familiares e amigos; satisfação geral; facilidade de locomoção; ambiente; conforto no local da recepção; sinalização; acessibilidade; higiene, limpeza e organização do hospital; conforto nas instalações na área de atendimento médico; local de espera; refeição (qualidade, temperatura, apresentação e variedade); atendimento da recepção; atendimento da equipe de saúde; assistência da equipe médica, multiprofissional e de enfermagem; e disponibilidade da equipe de saúde.

Outro indicador pesquisado é o tempo de espera, distribuído em quatro temas: tempo de espera para agendar uma consulta de retorno; tempo de espera no momento da consulta ou internação; tempo de espera para agendamento ou realização de um procedimento cirúrgico; e tempo de espera para agendamento ou realização de exames. Os resultados podem ser visualizados em painel eletrônico.

 

Por Alexsandra Jácome com informações da Coordenadoria de Comunicação Social da Rede Ebserh

Ascom do HU-UFMA