Notícias Notícias

Voltar

HU-UFS obtém primeiro lugar em avaliação do HAOC

EMPENHO

HU-UFS obtém primeiro lugar em avaliação do HAOC

O processo avaliativo - que atualmente contempla os anos de 2018, 2019 e 2020 - faz parte do Projeto Reestruturação dos Hospitais Públicos.

O Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS), filial da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), obteve o primeiro lugar no ranking de evolução dos processos de gestão e assistenciais avaliados pelo Hospital Alemão Oswaldo Cruz (HAOC).

O processo avaliativo - que atualmente contempla os anos de 2018, 2019 e 2020 - faz parte do Projeto Reestruturação dos Hospitais Públicos, desenvolvido em parceria entre o Ministério da Saúde e o HAOC, via Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS).

De acordo com a superintendente do HU-UFS, Angela Silva, o HAOC confere a taxa de conformidade do hospital, ou seja, verifica se determinados requisitos são atendidos completamente, parcialmente, ou não são atendidos pela unidade hospitalar. Para ela, o primeiro lugar do Hospital Universitário de Sergipe, em 2019, demonstra o comprometimento de todos os funcionários quando o assunto é melhoria de processos.

“A gestão do HU-UFS recebe com satisfação o resultado desta avaliação, porque reforça o empenho de todos aqueles que fazem o Hospital Universitário, principalmente em relação à melhoria de processos, evidenciando como a equipe pensa que deve ser o cuidado com a saúde e a relevância do ensino, em busca, sempre, da garantia da segurança do paciente”, afirmou a gestora.

Avaliação

O HAOC vem avaliando simultaneamente 21 hospitais, sendo três em cada estado. Em Sergipe, os hospitais selecionados pela Secretaria de Estado da Saúde de Sergipe (SES) para avaliação foram, além do HU-UFS, o HUL-UFS, em Lagarto, e o Hospital Cirurgia, em Aracaju, que, para a SES, foram considerados estratégicos na melhoria da qualidade da assistência e, consequentemente, da gestão.

A avaliação utiliza a Ferramenta de Avaliação de Hospitais (FAHosp), aplicada em cada unidade por uma equipe multidisciplinar do HAOC. Em visitas periódicas, a equipe avalia as dimensões Gestão, Cuidado e Ambiente.

De acordo com a chefe da Divisão de Gestão do Cuidado do HU-UFS, Ana Paula Lemos, nas avaliações anuais são propostas oportunidades de melhorias dos processos. “Em relação à primeira avaliação, em 2018, houve uma melhoria significativa na taxa de conformidade. No resultado geral, em 2018, a taxa foi de 34% no HU-UFS. A equipe trabalhou essas oportunidades de melhorias durante todo o ano de 2019 e o hospital saltou para 72% de conformidade, ou seja, em um ano, subiu 38% nas metas de conformidade. A meta para 2020 é chegar a 87%, no mínimo”, pontuou Ana Paula.

“Nesse projeto a gente precisa ter uma evolução de no mínimo 15%, ano a ano, para permanecer no programa. Os 21 hospitais são avaliados no mesmo período, com os mesmos critérios, com equipes multidisciplinares do HAOC diferentes. O contato do projeto é com a Secretaria de Saúde estadual, no entanto o HAOC faz uma visita prévia ao hospital selecionado para saber se este tem condições de receber a avaliação”, complementa Ana Paula.

Resultados

Analisando-se as três dimensões - Gestão, Cuidado e Ambiente -, da avaliação de 2018 para a de 2019, a maior evolução no HU-UFS foi em Gestão, com crescimento de 33%; seguida de Cuidado, com 31%; e Ambiente, com 20%. O triênio do projeto está pactuado de 2018 a 2020, como um projeto de intervenção direta, o que envolve a atuação do HAOC e frequentes visitas multiprofissionais.

A dimensão Gestão avalia Estratégia (+54% no HU-UFS de 2018 para 2019); Resultado (+24%); Comitê (+30%) e Farmácia (+30%). Já a dimensão Cuidado avalia Controle de Infecção (evolução de 35% de 2018 para 2019); Hemodiálise (+23%); Unidade Intensiva (+49%); Unidades de Internação (+66%); Bloco Cirúrgico (+63%); Central de Material (+39%); Ambulatório (+16%); Serviço de Diagnóstico (54%); Banco de sangue (+5%); Laboratório (+26%) e Nutrição (+42%).

Finalmente, a dimensão Ambiente avaliou Equipamentos Médicos (evolução de 25% de 2018 para 2019); Higiene Hospitalar (+47%); Segurança contra Incêndio (+29%); Necrotério (+32%); Processamento de Roupas (+39%) e Programa de Resíduos (+16%).

Sobre a Rede Hospitalar Ebserh

O Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS) faz parte da Rede Hospitalar Ebserh desde outubro de 2013. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas.

Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Por Andreza Azevedo

Imagens: