Notícias Notícias

Voltar

Comitê define ações estratégicas para mitigar transmissão de coronavírus

Combate à Covid-19

Comitê define ações estratégicas para mitigar transmissão de coronavírus

Colaboradores podem sugerir ações para ajudar no combate à pandemia no HU-UFSC

O Comitê de Operações Emergenciais (COE) do Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago (HU-UFSC), criado oficialmente em maio deste ano, tem o objetivo de definir ações estratégicas na instituição para mitigar os riscos de transmissão do coronavírus e garantir assistência segura aos pacientes, dentro da política do Ministério da Saúde para enfrentamento da pandemia.

Na prática, o COE centraliza, propõe e monitora todas as ações do hospital relativas ao combate à pandemia e, para isso, conta com representantes que tratam de áreas específicas, medidas de combate à pandemia, ações de comunicação/divulgação, questões financeiras, logísticas, estratégicas, assistenciais. O grupo se reúne semanalmente e está aberto a sugestões e críticas de todos os usuários e colaboradores do hospital.

Entre as ações do COE, está o monitoramento do plano de contingência para combate à pandemia, implantado em três fases – desde a destinação de recursos, passando pela contratação de pessoal e abertura de leitos até a criação de fluxo de pacientes e colaboradores na instituição e adoção de mudanças na rotina de trabalho - sempre com foco de reduzir os riscos de contaminação dentro da instituição. O comitê coordena as ações para que o plano seja seguido ou atualizado, se necessário.

Foi a partir das ações do COE que foram criadas medidas como a alteração no local dos relógios de ponto do HU (uma medida que tem o objetivo de evitar o cruzamento de fluxo de visitantes e pacientes com colaboradores), a aferição da temperatura de todos que entram no hospital, a campanha para uso correto dos locais de repouso, entre outras.

O acompanhamento de dados sobre taxa de ocupação no hospital, as normas para visitantes e acompanhantes e a distribuição de máscaras são outros exemplos de medidas sugeridas, implementadas ou monitoradas pelo COE, que também participa de ações relacionadas ao uso correto e manutenção de estoques de Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

De acordo com o chefe do Setor de Gestão da Pesquisa e Inovação Tecnológica da Gerência de Ensino e Pesquisa do HU, Maico Oliveira Buss, que integra a área responsável pela comunicação no comitê, o grupo está aberto a ouvir sugestões dos trabalhadores e usuários do HU, mantendo a meta de identificar e resolver os principais problemas relativos à propagação do vírus na instituição.

Segundo ele, já existem canais para este tipo de contato (Ouvidoria do HU-UFSC, VigiHosp, chefias imediatas), que estão aptos a receber sugestões e denúncias em determinadas áreas. Para aprimorar as possibilidades de interação o COE criou um contato de e-mail: coe.hupest@ebserh.gov.br/.