Relatos Relatos

Voltar

“Me sinto feliz a cada alta dos pacientes, a cada lágrima de gratidão, a cada sorriso da chance de um recomeço”

Relatos de quem cuida

“Me sinto feliz a cada alta dos pacientes, a cada lágrima de gratidão, a cada sorriso da chance de um recomeço”

Imagem

No dia 4 de maio de 2020 iniciava a minha jornada no HU-UFSC e, no evento de boas-vindas, comecei a refletir sobre a responsabilidade dos profissionais contratados para enfrentamento da pandemia de Covid-19: lutar junto com os pacientes pela vida e se preparar para as incertezas que estariam por vir.

E nesse mesmo instante, em que esses pensamentos pairavam na minha mente, eu, sentada na cadeira do auditório, abri o guia de orientação para empregados da Ebserh e li a seguinte reflexão: “Nunca tenha receio daquilo que está por vir, abrace a incerteza e deixe-se levar por ela”.

Aquelas palavras soaram como uma resposta para as minhas indagações e, após 17 anos de atuação como fisioterapeuta, me sinto feliz a cada alta dos pacientes, a cada lágrima de gratidão, a cada sorriso da chance de um recomeço.

Monique Rene Navarro Lins de Azevedo
Fisioterapeuta HU-UFSC/Ebserh