Notícias Notícias

Voltar

Ala covid do HUAC é desativada

Ala Covid

Ala covid do HUAC é desativada

O encerramento da participação do Hospital Universitário Alcides Carneiro no atendimento a pacientes com covid se deu após reunião com a Secretaria Municipal de Saúde

Os 24 leitos destinados a pacientes com covid do Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC), da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e vinculado à Rede Ebserh, foram desativados nesta sexta-feira (21).

Em reunião realizada na quarta-feira (19) com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ficou decidido que, a partir daquele momento, os leitos covid do HUAC seriam retirados do painel da Central de Regulação de Leitos, isto é, não haveria a entrada de novos pacientes. Tal decisão se deu pela baixa taxa de ocupação de leitos em Campina Grande. Segundo dados da SMS, ontem (23), a taxa de ocupação era de 31% nas UTIs destinadas a pacientes com covid e 25% nas enfermarias. Além disso, com a desativação dos leitos, os profissionais que estavam exclusivamente na linha de frente, vão poder retornar aos seus postos originais de trabalho, facilitando, assim, a retomada das consultas, cirurgias e procedimentos no hospital.

A ala covid do HUAC foi montada onde era a ala de infectologia do hospital. Assim, após passar por um procedimento de desinfecção dos setores, serão disponibilizados leitos para pacientes com doenças infecto contagiosas.

Durante os três meses de atendimentos a pacientes com covid, a UTI do HU de Campina Grande recebeu 66 pacientes.

 

Segue mensagem do superintendente Homero Rodrigues diante do encerramento desse ciclo:

 

"Estimados colaboradores!

 
Estamos prestes a encerrar a participação do HUAC-UFCG na disponibilização de leitos para o tratamento de pacientes portadores de COVID19.
 
Foram 90 dias muito intensos, de dúvidas, conflitos, medos e incertezas.
 
Mas a nossa união, nosso trabalho, nosso esforço e os desígnios de Deus permitiram que quase 40 pessoas, pais e mães de família, voltassem para suas casas após intenso tratamento contra as consequências devastadoras desse vírus.
 
Outras, infelizmente, não conseguiram! Mas temos a certeza que a nossa equipe fez o máximo, fez tudo, mas a vontade divina sempre prevalecerá.
 
A todos os colaboradores que atuaram, direta ou indiretamente, na UTI e nas enfermarias COVID19 do HUAC-UFCG, e a todos os membros da nossa equipe de governança, vimos manifestar nosso respeito e gratidão pela inestimável e valorosa atuação.
 
Todos estamos cansados e exaustos, mas a sensação do dever cumprido certamente nos alivia e nos fortalece.
 
Manifesto meu imenso agradecimento a Deus por ter permitido que todos vocês tenham saído dessa luta incólumes.
 
 
Forte abraço a todos!
 
 

Homero Gustavo C. Rodrigues - Superintendente HUAC-UFCG"

 

Sobre a Ebserh     

Desde dezembro de 2015, o HUAC-UFCG é filiado à Rede Hospitalar Ebserh. A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), vinculada ao Ministério da Educação (MEC), foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, contribuem para a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

 

Camila Monteiro

Jornalista HUAC-UFCG | Ebserh