Notícias Notícias

Voltar

HUAC oferece visita online para pacientes internados

HUMANIZAÇÃO

HUAC oferece visita online para pacientes internados

Com a pandemia, as visitas no Hospital Universitário foram suspensas

Entre as medidas que o Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC), da Universidade Federal de Campina Grande e vinculado à Rede Ebserh, tomou, em decorrência da pandemia do coronavírus, com o objetivo de garantir a segurança dos seus colaboradores e pacientes foi a suspensão por tempo indeterminado das visitas aos pacientes internados, incluindo os da Unidade de Terapia Intensiva Adulta.

Assim, para tentar aliviar os efeitos desse afastamento temporário dos familiares, o HUAC resolveu instituir as televisitas, isto é, no horário regular de visita da UTI, das 15h30 às 16h30, são realizadas chamadas de vídeo para que os familiares possam conversar e ver o paciente. Na ocasião, a psicóloga e o médico plantonista falam com a família sobre o estado de saúde do paciente internado.

“Desde que as visitas da UTI foram suspensas, pensamos, juntamente com o coordenador do setor, para que as informações sobre o estado dos pacientes fossem dadas por mim, psicóloga da UTI, e pelo médico plantonista. E procuramos, assim, uma maneira humanizada de fazer isso. Então pensamos nas chamadas de vídeo”, esclareceu a chefe da Unidade de Atenção Psicossocial, Lindecy Costa.

Lindecy também comentou como a ação tem dado bons frutos. “É muito bom, é um retorno que não tem preço. Normalmente as famílias fazem o seguinte: elas se reúnem porque sabem que eu vou ligar e todos eles falam com o paciente. O objetivo é tentar diminuir o impacto da questão de não receber visita, e tentar manter a humanização, mesmo nesse período tão difícil. E está dando muito certo”.

As visitas online estão acontecendo, inicialmente, apenas para os pacientes da UTI.

 

Sobre a Ebserh     

Desde dezembro de 2015, o HUAC-UFCG é filiado à Rede Hospitalar Ebserh. A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), vinculada ao Ministério da Educação (MEC), foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, contribuem para a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

 

Camila Monteiro – Jornalista HUAC-UFCG | Ebserh