Notícia Notícia

Voltar

Doadoras são homenageadas no HUB

Leite materno

Doadoras são homenageadas no HUB

Evento proporciona encontro emocionante entre mães que doam e que recebem o alimento

Elas têm fralda para trocar, amamentam seus filhos, acalmam na hora do choro, entre tantas outras atividades de quem tem uma criança pequena em casa. Muitas ainda trabalham fora ou estudam. O tempo que resta é pouco e, mesmo assim, elas dedicam parte dele para tirar o leite que sobra da mamada do filho e entregar para doação. 

Para agradecer essas mães, o Banco de Leite do Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB) preparou uma homenagem nessa quarta-feira (22) às doadoras cadastradas no banco. O tema não poderia ser outro: Mulher Maravilha. “Doar leite é realmente um ato de amor, não é fácil, demanda muito tempo”, afirma a coordenadora do Núcleo de Incentivo ao Aleitamento Materno do HUB, como é chamado o Banco de Leite, Monique Lima. O evento ocorreu na semana do Dia Mundial de Doação de Leite Humano, comemorado em 19 de maio.

Foi uma manhã de integração com muitas fotos, conversa, lanche e sorteio de brindes. A bancária Elaine Matos tem uma filha de oito meses e desde os vinte dias de idade da pequena ela doa leite para o HUB. Ela conta como foi a emoção de conhecer as mães e os bebês que recebem o leite doado. “Às vezes estou muito cansada, sem tempo, e vir aqui hoje me deu forças para continuar. O sacrifício que eu faço é mínimo perto do benefício para essas crianças”, garante Elaine.

A operadora de caixa Ana Gabriela Costa conseguiu agradecer pessoalmente às doadoras. A filha dela nasceu com 24 semanas de gestação, há três meses está na Unidade de Terapia Intensiva e recebe leite doado. A previsão é de que ela deixe a UTI nos próximos dias. “Graças a essas mães, minha filha conseguiu ficar mais forte, engordar, e agora vai sair da UTI”, agradece Gabriela. 

Seja doadora
Toda mulher saudável que está amamentando seu filho pode ser doadora. O HUB oferece um kit para o armazenamento do leite e recolhe o produto em casa, para quem mora na Asa Norte, Noroeste, Sudoeste, Asa Sul, Cruzeiro, Lago Norte, Paranoá, Itapoã, Varjão, São Sebastião e Octogonal. Se você mora em outro local, será encaminhada para um Banco de Leite mais próximo da sua residência. 

O leite recolhido é distribuído na UTI Neonatal do hospital. “É um processo contínuo, todos os dias ofertamos leite para os nossos bebês. Então, sempre precisamos. É com esse leite que conseguimos reduzir o tempo de internação dos bebês”, explica Monique Lima.

Para doação, o leite deve ser armazenado em frasco de vidro com tampa de plástico esterilizado e congelado por até dez dias. Depois, é só ligar para o Banco de Leite do HUB para agendar dia e horário para a equipe do hospital buscar o produto na sua casa. Contato: 2028-5585.

No HUB, o Banco de Leite também oferece orientações para as mães com dificuldade de amamentar ou ordenhar, que é a retirada do leite para uso posterior ou doação. O serviço está disponível de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h e de 14h às 18h, para toda a população. Não há necessidade de agendamento prévio.

Imagens:

Assessoria de Comunicação do HUB