Notícia Notícia

Voltar

HUB decora hospital com cor da campanha

Agosto Dourado

HUB decora hospital com cor da campanha

Mês é dedicado à realização de ações de proteção e incentivo ao aleitamento materno

Agosto é o mês dedicado à promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. A campanha, chamada Agosto Dourado, ocorre todos os anos. Em 2020, mesmo com a pandemia do novo coronavírus, a data não passou em branco no Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB). A equipe do Núcleo de Incentivo ao Aleitamento Materno, conhecido como Banco de Leite, reforçou as orientações sobre a importância da amamentação às mães internadas no HUB ou que buscam pelo serviço. Os espaços foram decorados com a cor da campanha e com informações sobre o aleitamento materno. 

“Adaptamos as ações deste ano por causa da pandemia, mas sem deixar de lembrar a data e a importância do leite materno, que é o principal alimento do recém-nascido e essencial para a imunidade da criança”, explica a chefe da Unidade Materno-Infantil do HUB, Lizandra Paravidine.

Doações
A doação de leite materno é uma forma de contribuir para o desenvolvimento saudável de bebês que não conseguem sugar diretamente no peito da mãe por serem prematuros ou apresentarem alguma doença ou dificuldade relacionada à amamentação. O HUB continua recebendo doações e cadastrando mães que desejem contribuir, com toda segurança e cuidado que o momento exige.

Para ser doadora, basta entrar em contato com o hospital pelo telefone 2028-5585. O serviço oferece um kit para o armazenamento do leite e recolhe o produto em casa, para quem mora na Asa Norte, Noroeste, Sudoeste, Asa Sul, Cruzeiro, Lago Norte, Paranoá, Itapoã, Varjão, São Sebastião e Octogonal. O leite recolhido é distribuído na UTI Neonatal do próprio HUB.

O hospital também oferece orientações para as mães com dificuldade de amamentar ou ordenhar, que é a retirada do leite para uso posterior ou doação. O serviço está disponível de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h e de 14h às 18h, para toda a população. Não há necessidade de agendamento prévio.

Saiba mais
O mês do aleitamento materno foi instituído por lei no Brasil em 2017. Este ano, a Sociedade Brasileira de Pediatria escolheu como tema da campanha o triplo cuidado da amamentação: cuidar em tempos de Covid-19, cuidar do planeta e cuidar da comunicação, com foco no aconselhamento. Desde 1992, também é comemorada a Semana Mundial de Aleitamento Materno, de 1º a 7 de agosto. Criada pela Aliança Mundial de Ação Pró-Amamentação (WABA) e coordenada pelo Ministério da Saúde desde 1999, este ano a semana teve como tema “Apoie o aleitamento materno por um planeta saudável”.

A recomendação mundial é que todo bebê seja alimentado exclusivamente com o leite materno até seis meses de vida. Depois disso, a amamentação deve complementar a alimentação até os dois anos da criança ou mais.

Por meio do leite materno, o bebê recebe os anticorpos da mãe, que o protegem contra doenças como diarreia e infecções, principalmente as respiratórias. O risco de asma, diabetes e obesidade é menor em crianças amamentadas, mesmo depois que elas param de mamar. A amamentação é, ainda, um excelente exercício para o desenvolvimento da face da criança, importante para que ela tenha dentes fortes, desenvolva a fala e tenha uma boa respiração.

Imagens:

Assessoria de Comunicação do HUB