Notícias Notícias

Voltar

Equipe do HUB atende população indígena dia 10/11

Ebserh Solidária

Equipe do HUB atende população indígena dia 10/11

Atividade no Santuário dos Pajés faz parte de ação nacional de atendimento itinerante

Um dia dedicado a atender cerca de 300 indígenas de quatro etnias do Santuário dos Pajés, em Brasília. A ação será realizada pelo Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB) no dia 10 de novembro e faz parte da Ebserh Solidária, atividade organizada pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) para oferecer atendimento itinerante em vários locais do país.

A população do Santuário dos Pajés é atendida pela Região Centro-Norte de Saúde da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF). Com o apoio do HUB, já foi realizado o cadastramento dos moradores e a meta para o dia 10 de novembro é oferecer exames e atendimentos nas áreas de saúde bucal, imunização, pediatria, nutrição, ginecologia e urgência e emergência.

Entre as ações previstas estão atualização de vacinação, administração de vitamina A, orientações sobre saúde da criança, marcação de exames ginecológicos, orientações sobre escovação e saúde bucal e revisão de cáries. Também será realizada uma oficina de interculturalidade para indígenas e profissionais da assistência.

 “O hospital vem até aqui e vê de perto as necessidades da nossa comunidade. É um reconhecimento das demandas indígenas”, afirma um dos líderes da comunidade indígena Kamuu Dan. Para garantir os atendimentos, o HUB contará com uma equipe de cerca de 60 pessoas, entre profissionais das áreas assistencial e administrativa, preceptores, residentes e estudantes.

O HUB também está elaborando uma norma para definir o fluxo de atendimento dos pacientes indígenas, de acordo com orientações do Ministério da Saúde. Para atendimentos básicos, o indígena deve procurar a atenção primária na Secretaria de Saúde. Nos casos mais graves, que necessitem atendimento por especialistas, os pacientes são encaminhados para o HUB.

“O objetivo é melhorar a qualidade da assistência para a população indígena, que precisa de um facilitador na atenção. Com isso, também vamos garantir um atendimento humanizado”, explica a chefe da Divisão de Gestão do Cuidado do HUB, Micheline Meiners.

Saúde indígena no HUB
O HUB é referência no atendimento à população indígena do Distrito Federal. Desde 2013, o hospital conta com o Ambulatório de Saúde Indígena. O serviço é formado por profissionais de saúde, professores e alunos da Universidade de Brasília (UnB), a maioria indígena. Eles são responsáveis pelo acolhimento dos pacientes indígenas e acompanhamento nas consultas, procedimentos e internação. Esse trabalho facilita o contato entre médico e paciente, já que reduz as dificuldades causadas pelas diferenças culturais.

Ebserh Solidária
A ação nacional organizada pela Ebserh é um mutirão de atendimento de saúde fora do ambiente hospitalar, que visa levar ações de prevenção e promoção da saúde para locais onde as dificuldades de acesso são maiores. A expectativa é atender a populações em situação de vulnerabilidade social, pacientes em espera na fila de regulação, moradores de comunidades com grande distância de centro urbanos, além de creches, asilos, escolas e comunidades diversas. A atividade será realizada em todo o país no dia 10 de novembro e terá a participação dos 39 hospitais universitários federais da Rede Ebserh.

Sobre a Ebserh
Estatal vinculada ao Ministério da Educação, a Ebserh administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo da Rede Ebserh é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Assessoria de Comunicação do HUB