Notícias Notícias

Voltar

HUB inaugura serviços e entrega reforma de unidades

Avanço

HUB inaugura serviços e entrega reforma de unidades

Emergência da Ginecologia e Obstetrícia e Banco de Leite ganham novos espaços. Hospital também entrega nova Unidade de Pacientes Críticos e Contêiner Data Center

O Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB) segue avançando na ampliação e melhoria da assistência ofertada à população do Distrito Federal e entorno. Na próxima segunda-feira (9), a instituição inaugura dois novos serviços, a Unidade de Pacientes Críticos e o Contêiner Data Center, equipamento de gestão de segurança da informação, e entrega a reforma da Emergência da Ginecologia e Obstetrícia e do Banco de Leite Humano.

Para o superintendente do HUB, Hervaldo Sampaio Carvalho, as inaugurações representam mais uma etapa do processo de transformação do hospital, que iniciou há três anos, com a gestão da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). “O HUB tem apresentado à comunidade melhorias na infraestrutura física e de processos, incorporação de novos recursos tecnológicos, treinamento de profissionais, melhor oferta de atendimento ao paciente e ambiente mais adequado de ensino-aprendizagem ao aluno”, comenta.

Núcleo de Incentivo ao Aleitamento Materno/ Banco de Leite Humano
Funcionando desde 1992, o Núcleo de Incentivo ao Aleitamento Materno (Niam) do hospital está de cara nova, com espaços readaptados e em conformidade com a legislação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, da qual o HUB faz parte. A inauguração ocorre dias antes da comemoração da Semana Nacional de Aleitamento Materno, que ocorre de 16 a 20 de maio. 

Nos últimos meses, a equipe saltou de seis para 15 colaboradores, entre médica, nutricionista, enfermeiros, técnicos de enfermagem e administrativos. “O Niam é responsável pelo apoio, promoção e proteção ao aleitamento materno, com atendimentos individuais e em grupo, captação de doadoras para pasteurização de leite e orientações pessoalmente ou por telefone”, explica a pediatra neonatologista e coordenadora do Núcleo, Rita de Fatima Pinto.

Nos últimos seis anos, o serviço ganhou equipamentos novos e realizou 146,3 mil atendimentos individuais e mais de 11 mil, em grupo. Foram mais de 5 mil visitas domiciliares, 6,7 mil doadoras e 4,5 mil recém-nascidos beneficiados com leite doado e pasteurizado. 

Emergência Ginecologia e Obstetrícia
As mulheres do DF agora contam com espaço mais moderno e adequado para o atendimento na Emergência da Ginecologia e Obstetrícia do HUB. O serviço, que tem quatro leitos e atende aproximadamente mil pessoas mensalmente, ganhou sala de triagem para acolhimento e classificação de risco e banheiros adaptados a pessoas com deficiência.

“A reforma no local possibilitou a adequação da estrutura física às normas da Anvisa, com recepção única para a Emergência e o Banco de Leite, facilitando o acesso da paciente e a integração entre as equipes”, explica a chefe da Unidade Materno-Infantil, Lizandra Moura Paravidine Sasaki. O investimento com a revitalização da Emergência e do Banco de Leite foi de R$ 685 mil.

A Emergência integra a Unidade Materno-Infantil, que já passou por outras melhorias, como reforma da Maternidade e ampliação da UTI Neonatal. De acordo com o superintendente do HUB, também já está em andamento a elaboração da planta para o novo Centro Obstétrico da Unidade. “O conjunto de todas essas reformas deve fazer com que o hospital atinja um novo patamar em termos da linha de cuidado materno-infantil”, avalia Hervaldo Carvalho.

Unidade de Pacientes Críticos
Um serviço preparado e equipado para prestar todo o suporte necessário a pacientes considerados graves e que precisam de ajuda especializada e de alta complexidade. Essa é a Unidade de Pacientes Críticos do HUB, que agora ocupa uma área ampla e reformada, com 50 leitos e espaço exclusivo ao bem-estar de acompanhantes. A reforma da infraestrutura física e o sistema de proteção contra raios recebeu o investimento de R$ 2,9 milhões.

O número de leitos é cinco vezes maior em comparação aos últimos anos. Hoje, são dez leitos de pediatria, dez de cuidados semi-intensivos, dez intermediários para pacientes cardíacos, nove de UTI Coronária, dois de isolamento e nove de medicação e observação. A equipe é formada por 140 colaboradores, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem. 

O hospital se preparou para também aprimorar o conceito da assistência prestada à população na Unidade, que passou a focar nos casos de maior gravidade. “A Unidade deixou de ser urgência e emergência, de pacientes muitas vezes estáveis, e passou a priorizar casos mais graves. Hoje, o HUB tem suporte de UTI para oferecer assistência de qualidade a esses pacientes”, afirma a chefe de enfermagem da Unidade, Helena Geralda Teodoro Roselli.

A mudança do perfil de atendimento ajuda a desafogar a demanda da rede pública de saúde do DF. “O serviço é referência e possibilita diminuição de tempo de internação, tratamento mais precoce, redução de mortalidade e morbidade, assistência mais qualificada e aumento da sobrevida e qualidade de vida dos pacientes considerados críticos”, diz o chefe da área médica da Unidade, Marcelo Melo.

Contêiner Data Center
Seguindo o conceito de sala segura, com vários dispositivos para armazenamento e proteção de dados e servidores, o Contêiner Data Center inaugura uma nova fase na gestão de segurança da tecnologia da informação no HUB. O equipamento representa uma solução modular de rápida instalação e longa durabilidade.

Já inaugurado em 15 hospitais pela Ebserh, o Data Center é um ambiente seguro, resistente a desastres, com grupo gerador que garante o fornecimento de energia ininterrupta, sistema de climatização, detecção e combate a incêndio com gás de supressão, controle biométrico de acesso e monitoramento de circuito fechado de televisão.

Para a instalação do equipamento, o HUB construiu uma subestação elétrica para fornecer o suporte de energia, realizou obras de adequação do local e implantou estrutura de fibras óticas que ligam todos os prédios do hospital. O investimento com projeto, obra e vistoria foi de R$ R$ 2, 6 milhões. “O HUB ganha muito em questão de segurança. A possibilidade de interrupção dos serviços informatizados reduz consideravelmente”, relata o chefe do Setor de Gestão de Processos e Tecnologia da Informação, Rodrigo Magalhães Alves.

Serviço
Inauguração de serviços e entrega de reformas
Data: 9 de maio (segunda-feira)
Horário: 11h
Local: Auditório 1 do HUB (SGAN 605 Av. L2 Norte)

Imagens:

Assessoria de Comunicação do HUB