Notícias Notícias

Voltar

UTI comemora resultado com lançamento de vídeo

Redução de infecções

UTI comemora resultado com lançamento de vídeo

Iniciativa de estudantes de medicina da UnB, vídeo leva informação e tranquilidade a familiares que visitam a unidade

Quem já visitou amigo ou familiar internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) sabe que não é uma situação fácil. No Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB), a ideia é transformar esse momento, que pode gerar medo e insegurança, em uma oportunidade de oferecer tranquilidade e acolhimento. Essa é a proposta do vídeo informativo lançado na última quarta-feira (17), na recepção da unidade. 

Todos os dias, no horário das visitas, às 11h e às 15h, o familiar poderá assistir ao breve filme, que explica o funcionamento geral da UTI e os principais cuidados adotados no monitoramento do paciente. “No começo, qualquer barulho emitido pelos equipamentos me deixava nervosa. Então, o vídeo vai ajudar. Além disso, a equipe é maravilhosa”, afirma Márcia Vilela, que visita diariamente o marido, internado há um mês.

A exibição do vídeo funcionou como um piloto. Na ocasião, profissionais e familiares sugeriram algumas melhorias e, nas próximas semanas, o HUB passará a usar a versão final. “É algo interativo e pode ajudar o familiar, que pode se assustar por não conhecer os parâmetros dos aparelhos”, diz a técnica de enfermagem, Kercia Priscilla Moura.

Para a enfermeira Evellyn Penha, o vídeo contribuirá para repassar as informações necessárias aos visitantes. “Muitas vezes, pela rotina da UTI, não temos o tempo necessário para dar essas orientações aos familiares”, explica. A médica residente do primeiro ano em Clínica Médica, Ingrid Chaves, concorda. “A ideia é muito boa, porque traz o acompanhante para perto da equipe”.

Alfabetização em saúde
Fruto do projeto “Impacto da alfabetização em saúde na adesão às recomendações dos profissionais de saúde”, aprovado em 2015 pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF), o vídeo é apenas um dos materiais desenvolvidos por cinco estudantes de medicina da Universidade de Brasília (UnB), três deles recém-formados. “Os alunos identificaram alguns temas que precisavam de reforço no hospital. Eles estão atentos e têm condições de ajudar em muitas situações”, declara a coordenadora atual do projeto, a professora do Instituto de Psicologia da UnB, Elizabeth Queiroz.

A iniciativa abrange ainda folders, já disponíveis aqui no site do HUB, e outros vídeos educativos, que estão em fase final de edição. O recurso destinado pela FAPDF foi de aproximadamente R$ 100 mil. “Participar do projeto foi muito importante para nosso aperfeiçoamento profissional e para deixarmos um legado ao HUB, responsável pela nossa formação”, avalia a estudante do último semestre, Sarah Evangelista.

Humanização e redução de infecções na UTI
O lançamento do vídeo foi marcado pela comemoração de um ano do projeto colaborativo “Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil”, desenvolvido pelo Ministério da Saúde em 119 hospitais públicos do país. Na UTI do HUB, em apenas 12 meses, a taxa de infecção da corrente sanguínea associada ao uso de cateter venoso central caiu 71%; a da pneumonia associada à ventilação mecânica registrou queda de 63%; já a da infecção do trato urinário chegou a 96% de redução. Os dados superam a meta nacional prevista para três anos, a de diminuir em 50% os três indicadores.

O projeto também prevê ações para aumentar a participação do paciente e do acompanhante no tratamento. “O vídeo é uma sequência de informações para o familiar ter mais conhecimento sobre a UTI. Esse envolvimento do familiar faz parte da humanização da assistência e representa uma das metas do projeto”, explica a chefe da unidade, Márcia Seibert Campara. “O vídeo é um presente para a equipe e uma grande conquista para a atenção à saúde focada na pessoa. Nosso desafio agora é trazer o paciente e o familiar para gerir o cuidado”, conclui a superintendente do HUB, Elza Noronha.

Imagens:

Assessoria de Comunicação do HUB