Notícias Notícias

Voltar

Evento marca início da construção de subestações de energia no HUB

Investimento

Evento marca início da construção de subestações de energia no HUB

Obra vai dobrar capacidade elétrica do hospital

Ampliar a capacidade de fornecimento de energia elétrica e garantir mais qualidade no atendimento à população. Esse é o objetivo da construção de novas subestações de energia no Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB). O projeto prevê uma subestação central e duas menores, além da reforma e adaptação de outras três já existentes que, por serem antigas, precisam ser modernizadas.

Para marcar o início da construção, o HUB realizou um evento de lançamento da pedra fundamental com a placa da obra. “Com as novas subestações, poderemos investir em melhorias e novas estruturas para cumprir nosso objetivo final, que é prestar assistência para formar pessoas”, afirmou a superintendente do HUB, Elza Noronha. “As faculdades acompanham a gestão do hospital muito de perto e estamos muito satisfeitos porque poderemos planejar também o ensino, que depende de infraestrutura”, acrescentou o diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília (FM/UnB), Gustavo Romero.

A construção vai dobrar a capacidade elétrica do hospital, que passará de 1,5 para 3 MVA. As novas subestações serão mais modernas e confiáveis e possibilitarão ampliar a infraestrutura do hospital. As subestações também contam com um sistema de supervisão, que permitirá um monitoramento online e 24 horas, reduzindo possibilidades de falhas. O projeto prevê, ainda, a implantação de novos geradores elétricos, que vão garantir a cobertura de todo o hospital em caso de falta de energia. Os geradores atuais abastecem apenas as áreas críticas.

O investimento até a finalização da obra será de R$ 15,6 milhões, viabilizados por meio de repasses do Programa de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf). Os recursos do programa são geridos pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) e destinados para a reestruturação e revitalização desses hospitais. “A Ebserh existe para ajudar, para criar as melhores condições para que os hospitais cumpram com sua tarefa da melhor maneira possível e esse é o objetivo dessa obra”, garantiu o presidente da Ebserh, Oswaldo Ferreira. “Sem energia, podemos ter a estrutura pronta, mas nada sendo utilizado”, finalizou o vice-presidente da empresa, Eduardo Vieira.  

Histórico
No dia 23 de agosto, o HUB formalizou um contrato de objetivos com a Ebserh para a construção das subestações. A obra começou no dia 16 de setembro e a previsão é que seja concluída no primeiro semestre de 2020. A subestação é o conjunto de equipamentos necessários para receber energia elétrica da concessionária, neste caso da Companhia Energética de Brasília (CEB), assegurando o funcionamento do hospital. 

Imagens:

Assessoria de Comunicação do HUB