Notícias Notícias

Voltar

HUB recebe 107 novos residentes médicos e multiprofissionais

Acolhimento

HUB recebe 107 novos residentes médicos e multiprofissionais

Eles vão atuar em 35 programas de residência médica e três de residência multiprofissional

Eles vão começar uma nova fase que representa uma grande mudança na vida de cada um. Já não são mais apenas estudantes, e sim profissionais. “Estou ansiosa, com um pouco de medo, nervosa. Mas estou muito feliz, com vontade de trabalhar bastante”, contou a psicóloga Amanda Machado, que está começando a residência em Atenção Oncológica no Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB).

Além de Amanda, outros 106 residentes foram recebidos no HUB nesta segunda-feira (2) para dar início ao programa de residência no hospital. São 80 médicos de 35 especialidades e 27 profissionais de enfermagem, nutrição, farmácia, odontologia, saúde coletiva, fisioterapia, psicologia, serviço social e terapia ocupacional distribuídos em três programas: Atenção Básica, Atenção Oncológica e Atenção Cardiopulmonar.

“Nossa missão é formar profissionais de qualidade para o Sistema Único de Saúde. Para isso, colocamos à disposição de vocês tudo o que conseguimos construir até hoje”, afirmou a superintendente do HUB, Elza Noronha, no acolhimento dos residentes. “Temos que ter clareza dos nossos papéis e responsabilidades nessa construção coletiva. Trabalhamos em equipe e precisamos usar nossas competências atitudinais”, completou a gerente de Ensino e Pesquisa do HUB, Dayde Mendonça.

Os novos residentes também receberam as boas-vindas dos diretores das faculdades de Medicina (FM) e de Ceilândia (FCE) da Universidade de Brasília (UnB). “A partir de hoje, novos caminhos vão surgir. Poder atuar no SUS é um aprendizado imenso”, disse a diretora da FCE-UnB, Carla Pintas. “É um prêmio para nós ver que todos vocês optaram por estar aqui”, acrescentou o diretor da FM-UnB, Gustavo Romero. 

Os coordenadores das comissões de residência médica (Coreme) e multiprofissional (Coremu) do HUB também falaram com os residentes. “Fazemos parte de um time para prestar assistência técnica sem esquecer o lado humano”, destacou a coordenadora da Coremu, Yara Paiva. “Vocês estão entrando aqui com várias expectativas e vamos nos esforçar para que elas sejam atendidas”, comentou o coordenador da Coreme, Márcio Nakanishi.

Durante todo o dia, os novos residentes conheceram um pouco mais sobre o hospital. Eles assistiram a uma palestra sobre fontes de bem-estar e qualidade de vida no trabalho e receberam informações sobre ética em pesquisa, Aplicativo de Gestão para Hospitais Universitários (AGHU), Setor de Apoio Diagnóstico, formas de acesso ao HUB e canais de comunicação institucional.

“Vai ser um mundo novo, principalmente pela característica do hospital. Espero aprender bastante”, disse a residente em cirurgia do aparelho digestivo Mariana Santos. “Era onde eu queria estar, estou com uma expectativa enorme e muito contente”, afirmou a residente em infectologia Mariana Ramos. “É uma grande conquista. Estudei muito, estou muito feliz”, comemorou o fisioterapeuta Rodrigo Sousa.

Imagens:

Assessoria de Comunicação do HUB