Notícias Notícias

Voltar

Projeto Orienta COVIDES amplia o atendimento com site e telefone

Ampliação

Projeto Orienta COVIDES amplia o atendimento com site e telefone

Tira-dúvidas é orientado por profissionais de saúde do Hucam e estudantes de Medicina e de Enfermagem da Ufes

VITÓRIA (ES) - O Projeto Orienta COVIDES, da Unidade e-Saúde do Hucam-Ufes, recebeu um upgrade na última sexta-feira (03/07). Agora a população conta também com um site e um número de telefone para se comunicar com médicos e enfermeiros do nosso hospital e com estudantes de Medicina e de Enfermagem da Ufes.

O objetivo é tirar dúvidas a respeito da COVID-19 e fornecer informações e orientações seguras. Todos os serviços do Orienta COVIDES são gratuitos e estão disponíveis para quem desejar. 

“Nós não substituímos consultas, mas esclarecemos, pelo site e por telefone, dúvidas sobre sintomas, cuidados com higiene, testes para a doença e a necessidade de procurar uma unidade de saúde, além de orientar e apoiar aqueles em sofrimento psíquico devido ao isolamento social ou por terem ficado doentes. Também pretendemos contribuir para identificar pessoas em situação de extrema vulnerabilidade por falta de apoio familiar e comunitário”, explica a chefe da Unidade e-Saúde do Hucam, responsável pelo aplicativo, Carmen Barreira-Nielsen.

No site https://orientacorona.hucam.edu.br/ , o atendimento ocorre todos os dias da semana, das 7 às 19 horas. Já o telefone 0800 042 0506 está disponível de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas.

 

Adaptação

As ferramentas do Projeto Orienta COVIDES foram desenvolvidas pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LAIS/UFRN) e adaptado para o Espírito Santo por meio de parceria com o Núcleo de Telessaúde do Hucam-Ufes.

O aplicativo Orienta COVIDES, lançado em maio, pode ser acessado tanto pelo celular quanto pelo computador, também por meio do site https://orientacorona.hucam.edu.br/. Não é necessário fazer o download do app.

Pelo sistema, é possível identificar se o usuário pode receber uma orientação para se manter em casa ou se precisará de atendimento presencial. Caso o app identifique a necessidade de o usuário se deslocar para ser avaliado por um médico, automaticamente será sugerido o local mais próximo do usuário, considerando os serviços de pronto-atendimento, as unidades de saúde ou o pronto-socorro, dependendo do caso.

 

Com informações da Supec/Ufes

Leia mais:Hucam lança aplicativo com informações sobre Covid-19 para a população