Notícias Notícias

Voltar

Hospital é pioneiro em projeto que vai beneficiar rede federal

Regulação

Hospital é pioneiro em projeto que vai beneficiar rede federal

Painel de Indicadores e Medidas Hospitalares nasceu com objetivo facilitar a gestão de hospitais universitários da Ebserh

VITÓRIA (ES) - O Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes (Hucam-Ufes), da Universidade Federal do Espírito Santo, é a ponta de lança de um projeto de regulação assistencial com potencial de beneficiar a rede de unidades administradas pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), nas cinco regiões do País. A necessidade de obter dados confiáveis sobre os atendimentos realizados, situação dos leitos, uso de infraestrutura e saber se os esforços são aplicados de forma eficiente é sonho de consumo para qualquer gestor. Pensando nisso, a equipe de Regulação do Hucam em parceria com o time de TI da Ebserh, em Brasília, desenvolve o Painel de Indicadores e Medidas Hospitalares.

Pode-se dizer que o painel é cria de um banco de dados conhecido de 32 das filiais da rede Ebserh, o Aplicativo de Gestão dos Hospitais Universitários (AGHU), com apoio da plataforma Power BI. No painel, será possível monitorar o que ocorre nos leitos destinados às internações hospitalares. Além da quantidade total, dá para fazer recortes qualitativos como de rankings de especialidades médicas relacionadas às internações de cada hospital universitário, perfil social do paciente, quais as doenças mais comuns, além de diversas outras combinações estatísticas possíveis.

A versão preliminar do painel está em atualização constante e já foi aprovada pela Diretoria de Atenção à Saúde da Ebserh. Lá na frente, quando o painel estiver consolidado, a intenção é incluir também dados dos atendimentos ambulatoriais.

No dia 06 de fevereiro, o chefe do Serviço de Regulação Assistencial da Ebserh, Fabio Campelo, esteve no Hucam para conhecer a equipe que tocou o projeto em Vitória e trabalhar nos detalhes necessários para a replicação do painel para toda e rede de hospitais universitários da Ebserh.

“Trabalhamos em conjunto neste projeto desde agosto do ano passado, e esta é a primeira visita que fazemos. Foi importante para avançar nas discussões sobre melhorias. Ter informações extraídas do AGHU que pode apoiar na qualificação dos processos regulatórios é uma demanda antiga dos hospitais. A partir dessa experiência encabeçada pelo Hucam com a Diretoria de Tecnologia da Informação da sede (DTI), a intenção é expandi-la para os 32 hospitais que usam o AGHU”, declara Campelo, que estava acompanhado analista administrativa Elen Oliveira Pernin.

A chefe do Setor de Regulação e Avaliação em Saúde do Hucam-Ufes, Adriana Helmer, acrescenta:

“O painel é um instrumento que vai permitir trabalhar decisões que favoreçam a sustentabilidade financeira e as ações de Ensino, por exemplo. É do painel que se extrai, portanto, os indicadores. Precisava-se fazer isso de forma real e com facilidade, pois dados são coisa diferente de informações, e este painel gera informações para tomada de decisões”.

Como funciona o Painel de Indicadores

- O painel vive de interpretar dados. Ele só existe porque a todo instante, 32 hospitais dos 40 que integram a rede da Ebserh incluem dados sobre pacientes atendidos no Aplicativo de Gestão dos Hospitais Universitários (AGHU).

- Digamos que o AGHU é como a agenda telefônica do seu celular. Ali tem centenas ou até milhares de números de telefones dos seus contatos, e só fazer uma busca para achar o que você quer.

- Mas não é só de números que vive sua agenda. Você sabe que lá tem números de gente da sua família, do seu trabalho, de amigos, do entregador de pizza, mas está tudo misturado. Se houvesse alguma organização, isso ajudaria sua vida.

- Pois o trabalho do painel é organizar dados sobre internações. Você certamente teria alguns minutos a mais de tempo livre se seu celular já avisasse de tal número que lhe ligou é de telemarketing (para rejeitar a chamada, claro!). Ou se na hora de mandar uma mensagem para os primos da família era só digitar “primos” e os contatos aparecessem na tela.

- Dados processados se tornam informações que ajudam a tomar decisões. Se é assim no seu dia a dia, também funciona desta forma com gestores que querem saber, com agilidade, se houve aumento brusco de internações por causa de uma epidemia, por exemplo, e isso gerou necessidade de contratar novos serviços ou insumos. Com o Painel de Indicadores e Medidas Hospitalares, isso fica mais fácil.

-Entre os dados analisados, estão os de número e situação de leitos, número de internações, de admissões e causas de altas hospitalares; transferências internas; mortalidade; taxa de ocupação; tempo de permanência; atendimentos do hospital-dia – tudo isso detalhado por especialidade ou unidade administrativa

-  Neste momento, o painel está na versão Beta, em caráter piloto, e está em fase de atualização para ser replicado em outros hospitais universitários federais.

Sobre a Ebserh

O Hucam-Ufes faz parte da Rede Ebserh desde 2013. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas.

Devido a essa natureza educacional, a os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede de Hospitais Universitários Federais atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

 

Imagens: