Notícias Notícias

Voltar

Farmácia do Hucam dá salto de qualidade com novo equipamento

Segurança do paciente

Farmácia do Hucam dá salto de qualidade com novo equipamento

Máquina que fraciona medicamentos é a mais recente peça de amplo sistema de checagem e distribuição

VITÓRIA (ES)  - A compra, armazenagem e dispensação de medicamentos são atividades centrais em qualquer hospital e, no Hucam-Ufes, um investimento concluído neste semestre dá mais segurança aos cerca de 8 mil itens como frascos, comprimidos, e outros tipos de embalagem que levam tratamento farmacológico diariamente aos pacientes da instituição.

Todo mundo sabe que comprar no atacado grandes quantidades significa pagar menos no preço unitário. Não é diferente com os remédios em um hospital, mas a desvantagem é que eles não vêm embalados um por um. Para resolver isso, está em pleno funcionamento no Hucam um equipamento capaz de automatizar o fracionamento de medicamentos em doses individuais.

A máquina, que custou cerca de R$ 200 mil, chama-se unitarizadora, e é a segunda que se junta ao parque tecnológico da Farmácia Clínica do hospital integrante da Rede Ebserh. Além de separar os fármacos, a nova aquisição embala e põe etiqueta com código de barras em cada uma. Com o esforço da equipe do fracionamento, somado às duas unitarizadoras, foi possível etiqutar 100% do que sai da Farmácia do Hucam. Na gestão farmacêutica, individualizar e identificar significa evitar desperdícios, saber o que e quanto comprar com maior controle, pois origem e destino de cada item passa a ser rastreável.

"O fracionamento dos medicamentos é uma ponta de um sistema que visa sempre a segurança do paciente, o controle e a rastreabilidade do que sai do estoque até chegar ao usuário do SUS" explica a chefe do Setor de Apoio Terapêutico do Hucam, Jhuli Keli Angeli.

O código de barras é uma tecnologia simples que permite fazer muita coisa. Na hora de checar se o que sai da prescrição médica corresponde ao que o paciente vai tomar à beira do leito, um leitor, igual ao que se vê em qualquer supermercado, faz o trabalho que dependeria apenas da concentração de um funcionário em contar, contar, e conferir nomes, um por um.

E mais: quando chega ao laser vermelho da maquininha, todos os itens já foram conferidos uma primeira vez, pela equipe que, munida do receituário aprovado pelo time de farmacêuticas, vai até o estoque recolher os produtos. É, portanto, um sistema de dupla checagem. 

Não é difícil pensar nas inúmeras utilidades de dar um número para cada item dispensado. Caso um paciente tenha um efeito colateral a determinado medicamento, dá para saber exatamente de que lote ele veio. O novo equipamento permite imprimir alertas nas etiquetas e acabar com dúvidas simples, sobre se o comprimido pode ser amassado, se ele se parece com outro remédio, se tem que ficar na geladeira... mais um ponto positivo para a segurança do paciente.

Sobre a Ebserh

 

O Hucam-Ufes faz parte da Rede Ebserh desde 2013. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas.

Devido a essa natureza educacional, a os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede de Hospitais Universitários Federais atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Imagens: