Perguntas Frequentes Perguntas Frequentes

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO CASSIANO MORAES

Publicado: 17/04/2020 16h34, última modificação: 17/04/2020 16h34.

 

Nesta seção, são divulgadas as perguntas frequentes sobre as atividades desempenhadas pelo Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes ou sobre as ações no âmbito de sua competência.

 

1- Faço tratamento no Hucam, o que devo fazer se contrair o Coronavírus

O Hucam não é o hospital de referência para atendimento de COVID-19. Se você apresentar os sintomas da doença, deverá procurar um serviço de saúde mais próximo da sua residência. 

 

2- Se eu sou paciente de risco para o COVID-19, por que não vou ser atendido? 

As consultas eletivas do ambulatório do Hucam foram suspensas para a segurança dos seus pacientes, para contribuir com o isolamento social e evitar aglomerações, conforme recomendam as autoridades de saúde. 

 

3- O médico disse que o retorno da consulta é obrigatório, o que devo fazer? 

Você deverá aguardar as atividades do hospital voltarem ao normal para dar seguimento ao seu tratamento, lembrando que esta medida é importante para sua segurança. Caso se sinta mal e necessite de atendimento médico, procure assistência no serviço de saúde mais próximo da sua residência, preferencialmente na Unidade Básica de Saúde. 

 

4- Sou paciente e tenho câncer, como saber sobre a continuidade do meu tratamento? 

O Hucam dará continuidade ao tratamento dos pacientes oncológicos. O paciente pode entrar em contato com o ambulatório onde já faz acompanhamento para tirar as dúvidas.  

 

6- Minha gravidez é de risco, quem vai me atender? 

O Ambulatório de Gestação de Alto Risco continuará funcionando, porém é importante que as gestantes que residem em municípios do interior do Espírito Santo procurem seguimento com obstetra no seu município ou em município vizinho, para evitar exposições desnecessárias em viagens até Vitória.

  

7- Como vou pegar remédio de alto custo na Farmácia Cidadã sem o laudo do médico? Como vou comprar meu remédio controlado na farmácia popular? 

 

O Secretaria estadual de Saúde autorizou, pela Portaria 38-R, que os laudos e receitas tenham validade de seis meses. Você pode comparecer a uma Farmácia Cidadã ou em uma farmácia de bairro com seu laudo/receita antigos que conseguirá resolver seu problema. 

 

8- O meu caso tem ordem judicial, quem vai me atender? 

Os atendimentos eletivos estão suspensos e casos de mandados judiciais serão avaliados pela equipe especialista. 

 

9- Minha cirurgia já tem data marcada, para quem vou mostrar os exames? 

As cirurgias eletivas também estão suspensas. Para os casos de cirurgias prioritárias (como as oncológicas e as cirurgias cardíacas), o hospital fará o contato com os pacientes da fila para agendamento. 

 

10- Meus exames pré-operatórios já estão prontos, o que vou fazer se perder a validade? 

Infelizmente os exames com validade vencida deverão ser feitos novamente em uma data futura, quando a situação voltar à normalidade. 

 

11- O médico mandou que eu comparecesse à revisão pós-cirúrgica, mas ele ainda não me viu, e agora? 

As agendas de revisão de cirurgia estão mantidas. Você deverá fazer contato com o ambulatório por telefone para tirar suas dúvidas e realizar o agendamento. 

 

12- Estou na fila de cirurgia. Onde consigo informações mais específicas sobre o agendamento de cirurgias? 

Neste caso você deverá aguardar por telefone a sua convocação para realizar a cirurgia. O hospital voltará a realizar as cirurgias eletivas assim que acabar a pandemia do COVID-19. Caso você se sinta mal e seu estado de saúde se agrave, você poderá procurar um pronto atendimento mais perto de sua residência. 

Mas essa orientação não se plaica aos casos de Oncologia e de Cirurgia Cardiovascular. Nestas duas situações, você pode entrar em contato com os telefones que constam no seu protocolo de entrega de AIH para obter informações mais específicas. 

 

13- Sou paciente idoso e não pretendo comparecer à consulta/cirurgia, como avisar? 

Neste caso você deve entrar em contato com os telefones que constam no seu protocolo de entrega de AIH (3335-7474 ou 3335-7140) para desmarcar a cirurgia. 

 

14- Aonde devo ir para tirar meus pontos? Os pontos estão inflamando e doendo, o que devo fazer? 

As agendas de revisão de cirurgia estão mantidas. Você deverá fazer contato com o ambulatório por telefone para tirar suas dúvidas e agendar a revisão da cirurgia. O médico vai avaliar seus pontos na consulta pós-cirúrgica. 

  

15- Meu problema é grave, urgente, quem vai me atender?  

As situações de gravidade e de prioridade dos pacientes que já fazem tratamento no Hucam serão triadas e os atendimentos serão priorizados pelos especialistas. 

 

16- Se eu não participar dos grupos e das consultas irei perder minha vez na cirurgia bariátrica? 

Não, a equipe vai estar organizada para voltar com as atividades de grupo e com as consultas individuais dos pacientes inscritos no Programa de Bariátrica, mas isso somente irá se concretizar após acabar o estado crítico da pandemia. 

 

17- O laboratório de análises clínicas do Hucam irá atender nos próximos dias para coleta de exames eletivos previamente agendados? 

Não. O laboratório de análises clínicas funcionará em escala reduzida, atendendo somente pacientes internados no Hucam e pacientes de programas prioritários. 

 

18- Os agendamentos para coleta de exames laboratoriais que foram suspensos serão reagendados?    

Sim, as remarcações serão feitas via telefone, pelos funcionários do laboratório. Caso seu telefone esteja desatualizado, entre em contato pelo telefone (27) 3335-7182 para fazer seu reagendamento. 

 

19- Tenho exames laboratoriais pré-operatórios agendados para o período da quarentena. Conseguirei realizar esses exames?  

Não, pois as cirurgias eletivas também foram suspensas. Caso sua cirurgia permaneça agendada (cirurgias prioritárias), seus exames laboratoriais serão realizados na data previamente agendada. 

 

20- Sou paciente da infectologia, meu tratamento será prejudicado? 

Caso você tenha alguma intercorrência, poderá acionar o ambulatório de infectologia, como de costume, que a equipe vai te acolher/atender. A dispensação de medicamentos de alto custo continuará acontecendo na farmácia do Hucam e não haverá necessidade de nova receita ou laudo durante a pandemia do COVID-19. Você poderá pegar medicações por 6 meses sem receita.