Notícias Notícias

Voltar

Hospital Júlio Bandeira realiza ciclo de palestras sobre prevenção de acidentes com queimaduras

Conscientização

Hospital Júlio Bandeira realiza ciclo de palestras sobre prevenção de acidentes com queimaduras

O objetivo é alertar sobre a prevenção e cuidados necessários com as lesões por queimaduras

Cajazeiras (PB) – Os festejos juninos fazem parte da cultura nordestina, sendo muito comum o uso de fogos de artifício e fogueiras nessa época do ano, fazendo com que a quantidade de pessoas que entram nas emergências devido acidentes com queimaduras aumente. Pensando nisso, o Hospital Universitário Júlio Bandeira, vinculado à Universidade Federal de Campina Grande e à Rede Hospitalar Ebserh (HUJB-UFCG/Ebserh), está promovendo uma campanha para prevenção de acidentes com queimaduras.

Entre os dias 17 e 28 de junho a equipe multiprofissional do HUJB está realizando um ciclo de palestras educativas para pais e responsáveis das crianças que chegam na recepção pediátrica do hospital. “Não existe fogo inocente”, destaca Zilmar Filho, terapeuta ocupacional. As principais sequelas deixadas pelas queimaduras provocadas por fogos de artifício são manchas, cicatrizes retráteis, que encurtam a pele e comprometem os movimentos, lesões na córnea e, inclusive, casos de amputação de membros.

Além da divulgação a respeito das medidas preventivas relacionadas à redução da incidência de acidentes por queimaduras, a ação prevê conscientizar os pais e responsáveis acerca dos cuidados que devem ser tomados caso aconteça a lesão.

As pessoas ainda têm muitas dúvidas sobre o que é correto fazer após o acidente. Segundo Idelane da Silva, pedagoga do hospital, “ainda há muita crendice popular, como passar pasta de dente e manteiga após o acidente”, reforçando a importância das campanhas educativas sobre esse tema.

Sobre a Rede Hospitalar Ebserh

O HUJB-UFCG faz parte da Rede Hospitalar Ebserh desde dezembro de 2015. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas.

Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Com informações do HUJB-UFCG/Ebserh