Hospital Universitário Julio Müller - HUJM

Universidade Federal do Mato Grosso

Gestão Gestão

AGHU AGHU

AGHU

AGHU é a sigla de Aplicativo de Gestão para Hospitais Universitários. A ferramenta começou a ser desenvolvida em 2009, como parte integrante do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF), que visa à reestruturação e revitalização dos hospitais das universidades federais. O aplicativo auxilia na padronização das práticas assistenciais e administrativas dos Hospitais Universitários, permitindo a criação de indicadores nacionais. Na prática, facilita a adoção de projetos de melhorias comuns para esses hospitais. 

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) desenvolveu o AGHU baseando-se no modelo do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). Os primeiros módulos do AGHU foram implantados em agosto de 2010, na Maternidade Vitor Ferreira do Amaral, de Curitiba, Paraná.

Hospital Universitário Júlio Müller

No Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM), os primeiros módulos foram implantados em 25 de abril de 2014. Após o período de transição de equipamentos e de adaptação dos profissionais aos novos controles de Pacientes, Ambulatório Administrativo e Ambulatório Assistencial; em maio de 2015, quatro (04) novos módulos foram implantados no HUJM. São eles: Internação, Prescrição Médica, Prescrição de Enfermagem e Controles do Paciente.

Entenda como funciona cada um deles:

O Módulo Pacientes é o primeiro módulo do AGHU. Responsável por realizar a entrada do paciente no sistema através do cadastramento dos seus dados, podendo haver abertura de prontuário ou não, dependendo do procedimento a ser realizado pelo paciente no hospital. Vantagens: cadastro unificado e prontuário único dos pacientes, melhoria na agilidade do atendimento aos pacientes e na sua segurança, uma vez que o sistema diminui consideravelmente a ocorrência de erros.

O Módulo Ambulatório Administrativo é responsável pelo gerenciamento do atendimento realizado pelos diversos profissionais que atuam na estrutura hospitalar, realizando a gestão das agendas do ambulatório, planejando e mantendo as grades de atendimento em conformidade com o disponibilizado pelo hospital. Dentre as vantagens, estão a disponibilização das grades de agendamento das consultas de forma ágil e a facilidade na maneira de realizar o lançamento das consultas agendadas pelo SISREG, devido à possibilidade de migração das agendas.

O Módulo Ambulatório Assistencial consiste nos registros do atendimento assistencial ao paciente, favorecendo dessa forma futuras consultas e prosseguimento da assistência ambulatorial para a continuidade do tratamento, se necessário. O módulo realizar o atendimento da consulta ambulatorial; o registro de dados no Prontuário Online do Paciente; receber o paciente e realizar os controles de presença (Indicadores de Absenteísmo); e tem os indicadores de tempo de atendimento do Paciente.

O Módulo de Internação compreende o ato de identificação e o processo de entrada do paciente na estrutura hospitalar, referenciando o paciente a um leito, especialidade, médico responsável, CID de internação, procedimento a ser realizado e outros dados necessários para a efetivação do processo de internar. Sendo que a concretização deste processo é indispensável para a realização de outros procedimentos como, transferências de leitos ou clinicas e alta médica. Vantagens: controle total sobre os pacientes internados em todas as especialidades, bem como os leitos ocupados, disponíveis e censo diário automatizado. A ferramenta permite a qualificação da assistência prestada ao paciente e a produção de indicadores de internação.

O Módulo Prescrição Médica constitui-se no ato da distribuição de direcionamentos, na qual o médico, depois de analisar as informações clínicas do paciente, estabelece uma conduta que será executada por diversos profissionais da saúde, cada um com suas atribuições específicas. Como todo ato médico, a prescrição gera um documento de prontuário do paciente, estando, assim, submetida a toda a legislação referente a documentos de prontuário. A implantação da prescrição médica informatizada possui como principal benefício a segurança do paciente.

O Módulo Prescrição de Enfermagem se refere à prescrição de enfermagem e compreende duas das cinco etapas da sistematização de enfermagem. São elas:  o Diagnóstico de Enfermagem e o Planejamento (Prescrição de Enfermagem). O processo de prescrição de enfermagem constitui-se em um ato onde o enfermeiro, depois de coletar dados, analisar as necessidades de cuidados do paciente e estabelecer o diagnóstico de enfermagem, prescreve os cuidados que serão executados pelos profissionais da equipe.  Vantagens: alinhamento dos processos de atenção ao paciente executados nos Hospitais Universitários Federais; qualificação do atendimento; produção de indicadores de qualidade, troca de informações gerenciais, de saúde e o desenvolvimento de uma comunidade colaborativa dos enfermeiros dos hospitais universitários onde todos poderão beneficiar-se com as inovações de cada um.

O Módulo Controles do Paciente oferece aos profissionais da equipe de enfermagem, a oportunidade de informatizar os registros dos controles do paciente, ao realizar o prenchimento dos dados dos processos de monitorizações (sinais vitais, hemodinâmica, ventilatória, neurológica, metabólica e de fluxo da via parenteral), controle hídrico (líquidos administrados e eliminados e balanço hídrico) e outros registros essenciais para o acompanhamento do estado geral do paciente, durante seu período de internação, permitindo maior agilidade na visualização da informação e proporcionando, desta forma, maior segurança na assistência ao paciente. 

Saiba mais sobre esta ferramenta acessando o site AGHU