Hospital Universitário Julio Müller - HUJM

Universidade Federal do Mato Grosso

Institucional Institucional

Nossa História Nossa História

O HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO MÜLLER

 

O HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO MÜLLER

O Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM-UFMT) nasceu da necessidade de melhorar a qualidade dos estágios na área de saúde. Em março de 1982, um Grupo-Tarefa foi criado pelo reitor em exercício da Universidade Federal de Mato Grosso, Benedito Pedro Dorileo, e coordenado pelo então chefe do Departamento de Medicina, professor Eduardo De Lamonica Freire. Após encaminhamentos junto a Secretaria de Saúde de Mato Grosso, o prédio do hospital, à época em reforma e ampliação, foi cedido pelo Poder Executivo Estadual sob o amparo formal de Cessão de Uso. Até então, os estágios hospitalares eram realizados em dois hospitais – a Santa Casa e o Hospital Geral de Cuiabá.

O Decreto Nº 2.045 de 14 de setembro de 1982 consolidou formalmente este acordo de Cessão de Uso, que foi assinado em 28 de dezembro de 1982 pelo prazo de 20 anos. O HUJM foi reconstruído e ampliado pelo Governo do Estado, por meio de financiamento da extinta Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (SUDECO). Na época os equipamentos de toda área hospitalar foram adquiridos com recursos próprios da UFMT, que também financiou as adaptações físicas necessárias.

Na inauguração, ocorrida em 31 de julho de 1984, o HUJM iniciou disponibilizando cerca  de 80 leitos, distribuídos pelas quatro áreas básicas: Clínica Médica (e especialidades), Clínica Cirúrgica (e especialidades), Ginecologia e Obstetrícia e Pediatria. No início, o HUJM oferecia atendimento Ambulatorial, Pronto Atendimento, Serviço de Imagem (Radiologia e Ultrassom), Laboratório Clínico, UTI Neonatal. Em 2002 passou a oferecer, também, atendimento de UTI de adultos com 10 leitos disponíveis.

O HUJM foi, formalmente, criado no âmbito da Universidade Federal de Mato Grosso, pelo Conselho Diretor da Fundação, por meio da Resolução n° 94/CD/83 de 21/11/1983. Quase três  décadas depois, o HUJM iniciou uma nova etapa da sua história quando firmou, em 12 de novembro de 2013, a parceira com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). O contrato com a estatal vinculada ao Ministério da Educação (MEC) foi efetivado em 07 de janeiro de 2014 com a nomeação do atual Diretor Superintendente. Hoje, o HUJM serve de campo de estágio de alta qualidade para os estudantes de Medicina, Nutrição, Enfermagem, Fisioterapia e Serviço Social, entre outros.

O HUJM é o único hospital público federal de Mato Grosso. Já que a Capital não possui um hospital estadual, toda a demanda da saúde pública na Baixada Cuiabana, que abrange 14 municípios (Sistema de Informações Territoriais do Ministério do Desenvolvimento Agrário — SIT/MDA), é dividida com o Hospital Municipal e Pronto Socorro de Cuiabá. Atual gerente de Atenção à Saúde da unidade, o Professor Eduardo De Lamonica Freire recorda que o HUJM foi o primeiro hospital, no final dos anos 80, a tratar, na região, tanto em regime ambulatorial, quanto em regime de internação de pacientes portadores do vírus HIV, mesmo nos anos em que a doença era vista pela sociedade mundial como um flagelo e, por isso, os “tratava” com segregação.