Hospital Universitário Julio Müller - HUJM

Universidade Federal do Mato Grosso

Institucional Institucional

Plano Diretor Estratégico 2016-2017 Plano Diretor Estratégico 2016-2017

PDE

Consolidar o processo de informatização, implantar as ferramentas da gestão da clínica, implantar política de valorização profissional, e elaborar e implantar o plano de comunicação. Estas são apenas algumas das ações estabelecidas no Plano Diretor Estratégico 2016/2017 do Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM-UFMT/ Ebserh), lançado em fevereiro de 2016.

A cerimônia contou com a presença da Reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), professora Maria Lúcia Cavalli Neder; da secretária Adjunta de Política e Regionalização da Secretaria Estadual de Saúde, professora Maria Salete Ribeiro, representando o secretário Eduardo Bermudez; de colaboradores do Hospital; e de entidades que representam os usuários do Sistema Único de Saúde, como a Associação dos Amigos das Crianças com Câncer (AACC) e a Associação dos Cegos de Mato Grosso.

“Este é um dia que me orgulha muito, de ter batalhado junto com vocês. É uma vitória de todos, professores, técnicos, estudantes e colaboradores terceirizados. Este hospital não é da Universidade. Ele é do povo humilde e nós temos o privilégio de tê-lo como espaço de aprendizado, de pesquisa e extensão. É assim que temos que pensar o Júlio Müller”, afirmou a Reitora, comemorando o lançamento do PDE.

O foco do PDE é a modernização da gestão, a adequação do cuidado prestado às políticas nacionais de atenção hospitalar, com ênfase na humanização, na qualidade dos cuidados e na segurança do pacientes. Já em fase de execução, o PDE começou a ser construído entre setembro de 2014 e dezembro de 2015, com o apoio da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) e o Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio Libanês (IEP-SP) - centro de referência internacional em saúde.

“Planejar, baseando-se em diagnósticos bem analisados, permite a execução de ações e atividades focadas em metas e objetivos. O plano desenvolvido também já prevê seu monitoramento e avaliação de indicadores que mostram os avanços e as falhas. Com isso, fechamos o ciclo de gestão e poderemos pensar em novos planos para outro biênio”, ressaltou o diretor-superintendente do Hospital Universitário Júlio Francisco Souto.

Elaboração do PDE

O desenvolvimento do plano teve início no encontro realizado no Hospital Sírio Libanês com a participação de profissionais do Júlio Müller e de outros hospitais filiados a Ebserh. Com o auxílio da equipe do Sírio-Libanês, 05 macros desafios foram identificados no Júlio Müller: a infraestrutura; a gestão de pessoas; a relação entre a docência e a assistência; a gestão hospitalar; e a gestão da clinica, que está em fase avançada de planejamento. Durante o 1º treinamento, em São Paulo, a representação gráfica dos problemas relacionados à “Gestão da Clínica” foi desenhada pelo grupo, formando uma árvore.

A chamada “árvore dos problemas” faz parte do Planejamento Estratégico Situacional criado pelo economista chileno Carlos Matus, que faz uma análise situacional, estabelecendo quais são os pontos fortes e fracos, as oportunidades e ameaças enfrentadas pelo hospital, incluindo os atores sociais que participam desse processo. Algumas das dificuldades identificadas foram a ausência de uma comissão de padronização de insumo e a falta ou desconhecimento de protocolos clínicos assistenciais. Como consequência pode ocorrer aumento dos custos e baixa na produtividade. As ações para a solução desses problemas foram discutidas e definidas durante encontros junto com os colaboradores do hospital.