Notícias Notícias

Voltar

Campanha objetiva adquirir equipamentos para ampliar assistência do HULW

CORRENTE DO BEM

Campanha objetiva adquirir equipamentos para ampliar assistência do HULW

Por iniciativa própria, grupo de procuradores iniciou ação solidária visando à doação de ventiladores pulmorares e EPIs para a instituição

No momento em que o mundo está perplexo com a devastação causada pelo novo coronavírus, atitudes de solidariedade são sempre bem-vindas. Nessa linha de espalhar o bem, um grupo de pessoas, por iniciativa própria, criou uma campanha com o objetivo de adquirir ventiladores pulmonares e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para o Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB/Ebserh), da Universidade Federal da Paraíba e vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares.

Nesta quarta-feira, dia 25 de março, o HULW divulgou nota para atestar a veracidade da campanha, que tem como meta inicial a arrecadação de R$ 50 mil. A ação, que já ganhou espaço nas redes sociais, é uma iniciativa dos procuradores Gustavo Guimarães, Cristina Gusmão, Christiane Ferreira e Tiago Banho. “A projeção dos valores a serem arrecadados pode crescer à medida que haja adesão de toda a comunidade, que também será a principal beneficiada”, destacou Gustavo Guimarães.

O gerente de Ensino e Pesquisa do HULW, Ângelo Melo, considera a iniciativa louvável e afirma que a campanha vai contribuir para que o hospital possa prestar um serviço ainda melhor aos usuários. “Quem tiver interesse e puder contribuir com essa corrente do bem, pode entrar em contato através do telefone (83) 99964-3636 e ajudar numa melhor assistência que o Lauro Wanderley poderá dar a pacientes que porventura sejam portadores de Covid-19”, disse.

Atualmente, o Hospital Universitário Lauro Wanderley dispõe de 40 ventiladores pulmonares, dos quais três estão em manutenção corretiva. A instituição é referência na Paraíba para atender casos suspeitos e confirmados de Covid-19 em crianças, sendo retaguarda para o Complexo Hospitalar Clementino Fraga, unidade de referência para internamentos no Estado.

ATUAÇÃO DA REDE EBSERH
Desde os primeiros anúncios sobre a Covid-19, a Ebserh tem trabalhado em parceria direta com o Ministério da Saúde e com participação do Centro de Operações de Emergência (COE) do órgão, tendo como diretrizes monitorar a situação no país e em suas unidades, realizar treinamento de funcionários da Rede, promover webaulas, definir fluxos, montar câmaras técnicas de discussões com especialistas e atuar como hospitais referência em algumas regiões.

 

 

Jacqueline Santos - HULW-UFPB/Ebserh