Notícias Notícias

Voltar

HULW passa a ser Centro de Referência Internacional em Urticária

RECONHECIMENTO

HULW passa a ser Centro de Referência Internacional em Urticária

Hospital é o segundo da Rede Ebserh no Brasil a receber certificação GA²LEN UCARE

O Hospital Universitário Lauro Wanderley, da Universidade Federal da Paraíba e vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, agora é referência mundial no tratamento da urticária. Nesta quarta-feira (25), a unidade de saúde recebeu o selo de certificação internacional como membro do Programa UCARE (Urticaria Centers of Reference and Excellence) e passa a ser a segunda da Rede Ebserh no Brasil aprovado como um dos Centros de Referência e Excelência em Urticária.

Lançado pelo Global Allergy and Asthma European Network (GA²LEN), o programa de certificação de Centros de Referência e Excelência em Urticária - UCARE tem o objetivo de prover excelência no manejo de pacientes com urticária e aumentar o conhecimento sobre a doença através de educação e pesquisa.

Além de melhorar o diagnóstico e tratamento, a finalidade da certificação é padronizar a abordagem ao paciente com urticária. Portanto, o usuário vai receber o mesmo atendimento quer ela procure o HULW, um hospital em São Paulo ou em Berlim, por exemplo. A interação com os demais centros certificados também oferece maior aporte para qualificar os serviços do HULW ofertados na área. “O paciente do HULW agora terá atendimento em concordância com os melhores centros europeus no que se refere ao tratamento de urticária”, comemora Esther Palitot, dermatologista e coordenadora do Ambulatório de Urticária Crônica Espontânea.

Esther Palitot, afirmou que, para receber a habilitação, o Hospital Lauro Wanderley precisou atender a 32 requisitos exigidos pela comissão avaliadora. Entre as diretrizes estabelecidas para ter certificado GA²LEN UCARE estão participação em pesquisa clínica, estrutura, atividade científica e com pacientes, ambulatório, laboratório e acessibilidade das informações à população. “Trata-se de uma auditoria rígida, seguindo 32 itens e que avalia não apenas a estrutura física do hospital, mas também a equipe médica que faz parte do ambulatório. São critérios detalhadamente avaliados durante a visita dos auditores”, acrescenta.

A médica acrescentou que a iniciativa integra o projeto Centro de Pesquisa, Apoio e Tratamento de Urticária, da Universidade Federal da Paraíba, e foi pensada durante a gestão do então superintendente Arnaldo Medeiros, há cerca de três anos, e seguiu com a atual gestão da superintendente Flávia Pimenta, que garantiu total apoio ao projeto. “A partir de agora, vamos participar de uma rede de estudos e pesquisa internacional, que permite aprimorar o conhecimento da urticária e melhorar a qualidade do diagnóstico e os resultados do tratamento”, explica Esther.

A equipe clínica do Ambulatório de Urticária Crônica Espontânea do HULW é composta pela dermatologista e coordenadora da UCARE, Esther Palitot, a alergologista pediátrica Naiade Silva de Sá, o médico alergologista Raiff Vasconcelos e a enfermeira da UCARE Ana Carla Aquino de Araújo. Já a equipe de apoio em pesquisa é integrada pelo chefe do Setor de Pesquisa e Inovação do HULW, Fábio Sampaio, endocrinologista e chefe da Clínica Médica Fabyan Beltrão, imunologista Claudio Bezerra, e coordenador da extensão em urticária crônica espontânea, João Marcos Lima.

Fábio Sampaio comemorou a conquista e enfatizou que as atividades da UCARE estarão vinculadas à Gerência de Ensino e Pesquisa (GEP), servindo assim para embasar as pesquisas na área que serão desenvolvidas no Núcleo de Pesquisa do HULW. “É extremamente relevante para enfrentar os desafios de inovação tecnológica do hospital”, disse.

Urticária

A urticária crônica afeta cerca de 1% da população e, na maioria das vezes, tem duração de seis meses a cinco anos. Durante a crise, o paciente desenvolve lesões vermelhas e inchadas que coçam muito. Infecções, estímulos físicos (calor, sol, pressão, esforço físico, frio) e picada de insetos estão entre as causas da doença.

Sobre a Ebserh

O Hospital Universitário Lauro Wanderley da Universidade Federal da Paraíba (HULW-UFPB) faz parte da Rede Hospitalar Ebserh desde dezembro de 2013. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

 

Jacqueline Santos - Jornalista HULW-UFPB/Ebserh

Imagens: