Notícias Notícias

Voltar

Reabilitação pediátrica usa criatividade para ampliar resultados terapêuticos

HUMANIZAÇÃO

Reabilitação pediátrica usa criatividade para ampliar resultados terapêuticos

Equipe multiprofissional envolve os familiares como multiplicadores das condutas

Profissionais e residentes de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional do serviço pediátrico da Unidade de Reabilitação do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) têm transmitido aos familiares dos pequenos pacientes como ter acesso aos melhores conceitos terapêuticos atuais: com inovação e criatividade.

“Estímulos cognitivos e sensoriais, fundamentais para o desenvolvimento infantil, podem ser obtidos com jogos, brinquedos e instrumentos de desenvolvimento caseiro, utilizando utensílios simples, baratos e muitas vezes existentes em casa, substituindo com efeito similar brinquedos e produtos hospitalares de maior custo”, garante a terapeuta ocupacional Karina Sampaio, que realiza oficinas artesanais de confecções de brinquedos para os pacientes.

De acordo com a fisioterapeuta Karla Vanessa, “da mesma forma, os estímulos físicos e o desenvolvimento motor podem ser melhorados com a simples conduta de conhecer as fases do desenvolvimento motor do bebê, sabendo qual idade correta para rolar, sentar, segurar objetos e andar”. Assim, a fisioterapia desenvolveu um material informativo que incentiva a interação e prática em casa de movimentos indicados pela especialidade em cada faixa etária.

Outro exemplo do trabalho aconteceu neste mês, quando o Dia da Criança da reabilitaçãp foi garantido por iniciativa da equipe multiprofissional, com participação de mães, pais e responsáveis. “Oferecer rotina comum e lúdica a qualquer criança é um passo para provar que, mesmo aquelas sob cuidados especiais, podem e devem dispor de seus espaços e momentos de brincadeiras”, destacou a fonoaudióloga Christini Zenaide.

Segundo as especialistas, o afeto completa o alicerce da série de estímulos indispensáveis aos pequenos pacientes. Os estímulos afetivos são transmitidos com carinho, gestos, demonstrações de que o tempo com a criança é prazeroso e elogios.

A equipe demonstra na prática como superar as limitações de renda, acesso tecnológico e próximidade com estruturas avanças com inovações palpáveis e participação na terapêutica, fazendo da dedicação a melhor estratégia e da criatividade a mais poderosa ferramenta de auxílio. 

 

Referência

O serviço pediátrico da Unidade de Reabilitação do HUOL é referência em alta complexidade, atuando em doenças raras, síndromes e comprometimentos neurológicos e motores severos, transformando o desenvolvimento e qualidade de vida dos pacientes.


 

Sobre a Rede Hospitalar Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais, impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas por atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, por apoiar a formação de novos profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a sua natureza educacional, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.