Notícias Notícias

Voltar

HUOL realiza ações de prevenção ao assédio moral no trabalho

GESTÃO DE PESSOAS

HUOL realiza ações de prevenção ao assédio moral no trabalho

Empregados e gestores participaram de programação focada no tema

Nos dias 13 e 14 de novembro, o Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), recebeu o projeto “Assédio Moral – Conscientizar é preciso”, desenvolvido pela Diretoria de Gestão de Pessoas da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Profissionais da Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC) e do Hospital Universitário Ana Bezerra (HUAB) também participaram das atividades.

Na ocasião, a palestra “Sobre limites e pontes: como gerenciar relacionamentos e evitar o assédio moral no trabalho” foi realizada em todos os turnos, beneficiando trabalhadores matutinos, vespertinos e noturnos. Para os gestores, a programação incluiu o tema “Gestão sem ansiedade: como evitar o assédio moral no trabalho”. Entre as principais ações, uma escuta qualificada com psicólogos foi disponibilizada aos colaboradores das unidades da UFRN.

As palestras de conscientização foram conduzidas pela psicóloga Kátia Lima, servidora do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). Especialista em gestão de pessoas e psicologia cognitivo comportamental, a profissional destacou que recebe muitos relatos de casos de assédio, seguidos de demonstrações de esperança de superação do problema, graças à ação. “Acredito que o projeto desperta nas pessoas grande vontade de correção e sentimento de tomar a conduta correta”, explicou a palestrante.

De acordo com Heli Costa, chefe do Serviço de Relações de Trabalho da Rede Ebserh, a temática de assédio moral deve sensibilizar as organizações. “Viabilizar espaços para conscientização de gestores e colaboradores, colocando o debate em evidência, promove a prevenção e combate do assédio moral no trabalho” afirmou o gestor.

O superintendente do HUOL, Stenio da Silveira, disse que as atividades do projeto são importantes, pois “despertam na governança uma ideia mais clara sobre o assunto, auxiliando todo o público interno na compreensão de como o problema deve ser identificado, abordado e conduzido”, explicou.

 

Sobre a Rede Hospitalar Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais, impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas por atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, por apoiar a formação de novos profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a sua natureza educacional, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Imagens: