Notícias Notícias

Voltar

Procedimento inédito na rede pública do RN será oferecido no Huol

INVESTIMENTO

Procedimento inédito na rede pública do RN será oferecido no Huol

Onofre Lopes adquiriu equipamentos de alta tecnologia para o serviço de Otorrinolaringologia

O Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), começou a utilizar, na segunda-feira (28/01), dois equipamentos para videoestroboscopia da laringe, permitindo a execução de procedimento inédito na rede pública do Rio Grande do Norte, com investimento total de R$ 293 mil.

Os aparelhos realizam um exame endoscópico que estuda desde a região da base de língua, até garganta e pregas vocais. Avalia também a vibração das pregas vocais, quanto a periodicidade, simetria, amplitude, onda mucosa e rigidez, através do uso de uma fonte de luz especial, chamada de luz estroboscópica.

O estroboscópio consiste num dispositivo óptico que permite estudar e registrar o movimento contínuo ou periódico de elevada velocidade, com o objetivo de o fazer parecer estático, aumentando a precisão da análise.

De acordo com o Dr. Alexandre Fernandes, otorrinolaringologista do Huol, os equipamentos “irão ampliar a capacidade de diagnóstico nos estudos de laringe, permitindo análise tanto orgânica quanto funcional das desordens laríngeas”.

Os pacientes com rouquidão, disfonia e alterações gerais na voz serão os beneficiados diretos, além dos profissionais e residentes em saúde, que ampliarão a utilização de tecnologia na assistência e aprendizado.

 

Sobre a Ebserh

Desde agosto de 2013, o HUOL-UFRN é vinculado à Rede Ebserh. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Cassiano da Cunha (Ascom/Huol)