Notícias Notícias

Voltar

Presidente da Ebserh conhece hospitais universitários da UFRN

VISITA

Presidente da Ebserh conhece hospitais universitários da UFRN

Gestor da estatal enfatizou prioridade no apoio às atividades acadêmicas

Com foco na educação e na saúde, o Hospital Universitário Ana Bezerra (HUAB), o Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) e a Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) ofertam formação de excelência a profissionais da saúde e assistência à população. Dessa forma, com a perspectiva de apresentar as ações de destaque e as principais demandas, o reitor José Daniel Diniz mostrou a estrutura das unidades hospitalares ao presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), general Oswaldo de Jesus Ferreira, nos dias 21 e 22 de novembro.

Durante as visitas, o presidente da Ebserh conversou com as equipes sobre a importância do ensino, reforçando que o papel da empresa é apoiar as atividades acadêmicas, bem como prestar assistência de qualidade à população. “Os hospitais pertencem à universidade e nossa missão é coadjuvante porque quem cumpre a missão de educar é a academia. Os hospitais são as salas de aulas práticas da área da saúde”, afirmou o general Ferreira.

O reitor Daniel Diniz enfatizou que os hospitais da UFRN se destacam na rede de saúde do estado, devido à qualidade da formação dos profissionais e pela credibilidade das unidades junto à sociedade potiguar. Para o professor, a agenda de visitas estreitou os laços entre a universidade e a empresa, pois permitiu ao presidente da Ebserh presenciar o esforço diário da equipe para melhorar os serviços.

Visitas

Com início na região do Trairi Potiguar, no município de Santa Cruz, a agenda de visitas começou no HUAB, nessa quinta-feira, 21. Em seguida, o presidente da Ebserh foi ao Núcleo de Pesquisa Aplicada em Doenças Tropicais do Instituto de Medicina Tropical (IMT), localizado no bairro das Quintas da cidade do Natal, e esteve ainda no HUOL, localizado no bairro de Petrópolis da capital potiguar. Para encerrar a programação, na manhã desta sexta-feira, 22, a visita ocorreu na MEJC.

A superintendente do HUAB, Maria Claudia Medeiros Dantas de Rubim Costa, apresentou os principais destaques da unidade, visto que o hospital é referência regional na atenção à saúde materno-infantil da região, sendo reconhecido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) como Hospital Amigo da Criança desde 1996, além de ter recebido a outorga da premiação Galba de Araújo no ano de 2000 como reconhecimento pela forma de assistir ao parto. Atualmente, a unidade possui 53 leitos, além de uma unidade de terapia intensiva, que está em processo de habilitação.

No IMT, a visita foi conduzida pela vice-diretora, Eliana Lúcia Tomaz do Nascimento, que mostrou a estrutura do Núcleo de Pesquisa Aplicada em Doenças Tropicais e falou sobre as atividades desenvolvidas pelo instituto, que tem foco em doenças endêmicas infecciosas e infectocontagiosas, as quais afetam principalmente as populações menos favorecidas no Nordeste do Brasil e de outras regiões tropicais no mundo. Dessa forma, o setor é estratégico para o país, visto que realiza estudos sobre zika, dengue, chikungunya, leishmaniose, hanseníase, entre outras enfermidades.

O superintendente do HUOL, Stenio Gomes da Silveira, informou que a “missão do hospital é promover de forma integrada o ensino, a pesquisa, a extensão e a assistência, no âmbito das ciências da saúde, com qualidade, ética e sustentabilidade”. Entre os reconhecimentos, a unidade recebeu o Prêmio de Boas Práticas e Governança na Área Administrativa e menção honrosa pelo alcance de 95% do índice de implantação do Programa Ebserh de Segurança do Paciente, por exemplo. Hoje, o hospital possui 247 leitos, 12 salas de cirurgia, laboratórios, Núcleo de Hematologia e Hemoterapia, Centro de Diagnostico por Imagem, bem como salas de aula e biblioteca, entre outros espaços.

Apresentada pelo superintendente Luiz Murillo Lopes de Britto, a MEJC é referência em gestação de alto risco, em prematuridade e na reprodução assistida. A maternidade hoje possui 128 leitos, sendo 26 de unidade de terapia intensiva e 15 de cuidados intermediários neonatais; 23 consultórios ambulatoriais; um anfiteatro, uma sala de estudos e um centro de estudos. No primeiro semestre deste ano, há o registro de quase 22 mil consultas médicas ambulatoriais de 14 especialidades, além de 685 coletas externas de leite materno com um total 1.425 litros de leite materno pasteurizados.

 

Sobre a Rede Hospitalar Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais, impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas por atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, por apoiar a formação de novos profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a sua natureza educacional, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Imagens:

Ascom-reitoria