Notícias Notícias

Voltar

Huol retomará gradualmente atendimentos que haviam sido suspensos

EM SETEMBRO

Huol retomará gradualmente atendimentos que haviam sido suspensos

Retorno das especialidades será gradativo; Huol fará contato com pacientes

O Hospital Universitário Onofre Lopes, vinculado à Universidade Federal do Rio Grande do Norte e à Rede Hospitalar Ebserh (Huol-UFRN/Ebserh), a partir do dia 1º de setembro, retomará parcialmente os atendimentos que haviam sido suspensos em decorrência da Covid-19. No entanto, OS PACIENTES NÃO DEVEM COMPARECER ESPONTANEAMENTE AO HOSPITAL, pois a instituição entrará em contato comunicando datas e horários da assistência.
 
A pandemia não acabou, portanto, o retorno ocorrerá de forma parcial e gradual, primeiramente objetivando executar os agendamentos pendentes, começando pelas especialidades que demandam prioridade: cardiovascular, oncologia, neurocirugia, neurologia, oftalmologia para casos graves, otorrino no tratamento de lesões pré-malignas, urologia, cirurgia geral e cirurgia de aparelho digestivo e transplantes.
 
O Huol segue com um andar bloqueado para tratamento dos pacientes internos que apresentam a Covid-19 e outro ocupado pelo Hospital Giselda Trigueiro. Neste cenário, mais de 200 profissionais estão afastados por vulnerabilidade e o ambulatório está em reforma para recuperação estrutural, conforme publicamente divulgado antes do início da crise sanitária.
 
O momento de exceção impõe ainda as seguintes medidas:
O acesso ao Ambulatório só será permitido até 30 minutos de antes do horário de atendimento (não pode ocorrer filas nem aglomerações – evite chegar muito cedo);
Acompanhantes só serão permitidos para menores de 18 anos, maiores de 60 anos e pessoas com mobilidade limitada;
O uso da máscara é obrigatório nas dependências do hospital;
Só ingressará no hospital quem portar os documentos necessários ao atendimento: Identidade oficial com foto e número de CPF (para crianças, apresentar registro de nascimento); Cartão SUS; Comprovante de residência.
 
Como reiterado, seguimos engajados no combate ao novo coronavírus, de modo que esta retomada precisa da colaboração de todos. A governança do hospital agradece a compreensão e reafirma seu compromisso com a saúde pública potiguar.
 
 

Sobre a Rede Hospitalar Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais, impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

 

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas por atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, por apoiar a formação de novos profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a sua natureza educacional, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.