Notícias Notícias

Voltar

Programa de Cirurgia Bariátrica do HU já realizou 522 procedimentos

Único do estado

Programa de Cirurgia Bariátrica do HU já realizou 522 procedimentos

Objetivo é melhorar a qualidade de vida do paciente. Para ter acesso ao Programa, o paciente precisa preencher alguns pré-requisitos, como ter tentado emagrecer seguindo métodos clínicos durante dois anos, além de ser encaminhado, através do Complexo de Regulação de Maceió (Cora).

Único no estado de Alagoas com atendimento 100% SUS, o Programa de Cirurgia Bariátrica do Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (Hupaa) já realizou 522 procedimentos de redução de estômago, nos 18 anos de existência. O objetivo do Programa é melhorar a qualidade de vida do paciente, reduzindo o risco de mortalidade e de aparecimento de outras doenças que podem ser adquiridas por conta do excesso de peso. Pessoas com Índice de Massa Corpórea (IMC) maior ou igual a 35 podem realizar o procedimento cirúrgico, desde que atendam determinadas exigências.

Para ter acesso ao Programa, o paciente precisa preencher alguns pré-requisitos, como ter tentado emagrecer seguindo métodos clínicos durante dois anos, além de ser encaminhado, através do Complexo de Regulação de Maceió (Cora), para o Hupaa e, posteriormente, ser avaliado por uma equipe multiprofissional da instituição, formada por médicos, assistente social, nutricionistas, psicólogos, fisioterapeutas e profissional de educação física. “A obesidade é uma doença complexa e multifatorial, que envolve problemas psicológicos, sociais, dentre outros, portanto deve ser acompanhada por uma equipe multidisciplinar, frisa o coordenador do Programa”, Guilherme Farias.

A obesidade e as doenças

A obesidade é uma doença que, comumente, acarreta outras enfermidades, como diabetes e hipertensão. Refletindo para além dos benefícios para o paciente, o cirurgião Anderson Cavalcante afirma que outra vantagem da bariátrica é a redução de custos para o sistema único de saúde. “Pessoas obesas, geralmente, adquirem doenças decorrentes do quadro, buscando, na maioria das vezes, os remédios para tratamento nos postos de saúde. Quando o paciente faz a cirurgia, ele solicita menos os serviços públicos, o que é bom também para os recursos financeiros do Estado”, pontua.

Sobre a Ebserh

O Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (Hupaa) faz parte da Rede Hospitalar Ebserh desde janeiro de 2014. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde, atuando de forma complementar ao SUS.