Notícias Notícias

Voltar

Segurança do Paciente e humanização demarcam diretrizes do HU

Reestruturação

Segurança do Paciente e humanização demarcam diretrizes do HU

Ação faz parte de Reestruturação dos Hospitais Públicos

 O Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (Hupaa) faz parte do projeto de Reestruturação de Hospitais Públicos”, ação realizada pelo Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS), em parceria com o Hospital Alemão Oswaldo Cruz (HAOC). Com a Reestruturação, o objetivo é que, através de consultorias realizadas por membros do HAOC, o Hupaa elabore um plano de execução com a missão de gerir e implementar boas práticas para a eficiência no atendimento, reduzindo riscos para os cidadãos assistidos na instituição, melhorando os processos voltados para a segurança do paciente.  

Segundo a enfermeira Dilma Canuto, chefe do setor de Vigilância em Saúde e Segurança do Paciente do HU, a inserção no projeto é de grande importância para o Hospital. Ela reforça que a instituição tem que cumprir, como vem sendo feito, as metas internacionais de segurança do paciente, que são preconizadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), seguindo também os padrões que foram orientados pelo Hospital Alemão Oswaldo Cruz. “É um ganho muito grande tê-los auxiliando a nossa gestão e os nossos processos”, frisa a enfermeira.

Como atividades da Reestruturação de Hospitais Públicos, dentre outras, o Hupaa já participou do 7° Encontro de Lideranças dos Hospitais Públicos, ação para reintegração do Núcleo de Segurança do Paciente e oficina de planejamento estratégico. Essas ações colaboram para que profissionais do Hospital Universitário tenham treinamentos e adquiram conhecimentos necessários para atingirem as metas do projeto.

Caso cumpra os padrões orientados pelo HAOC, com a reestruturação, o HU receberá uma certificação, que será atrelada ao selo Ebserh, esse último também tem como alvo o fortalecimento de boas condutas em prol da melhoria da segurança, eficiência e humanização para os usuários. As avaliações sobre a inserção, continuidade ou exclusão do HU no projeto serão realizadas a cada dois anos.

HU e inserção no projeto Reestruturação de Hospitais Públicos

Após visita realizada por profissionais do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, o HU foi incluído na lista de hospitais públicos beneficiados pelo projeto. A meta é que, até dezembro de 2020, o Hupaa fortaleça ações - através de cursos, treinamentos que tenham como foco a segurança do paciente

Metas e inclusão no projeto

Para continuar no projeto, O HU deve se comprometer com 14 metas, que vão desde implementar treinamento in company por ano, atingindo a meta de 80% das vagas disponibilizadas nos cursos, perpassando pela criação de Comissões Obrigatórias no Hospital até a prestação de contas na elaboração e implantação de documentos normativos. Os fundamentos da Segurança do Paciente estão preconizados em seis metas internacionais: 1)Identificar corretamente o paciente; 2) Melhorar a Comunicação entre Profissionais de Saúde; 3) Melhorar a prescrição, no uso e na administração de pacientes; 4) Assegurar cirurgia em local de intervenção, procedimento e pacientes corretos; Higienizar as mãos para evitar infecções e 6) Reduzir os riscos de quedas e úlceras por pressão.

Sobre a Ebserh

Desde janeiro de 2014, o Hupaa-Ufal faz parte da Rede Ebserh. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, administra atualmente 40 hospitais e é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.