Notícias Notícias

Voltar

Paciente com câncer casa em cerimônia organizada por funcionários do HUSM

O sim de Valquíria e Iagor

Paciente com câncer casa em cerimônia organizada por funcionários do HUSM

 

Há quase 8 anos, uma troca de olhares numa sala de aula de um curso técnico se transformou em uma linda história de amor. Valquíria Soares Flores, 41 anos, e Iagor da Silva Moraes, 25, tiveram a certeza – desde o primeiro momento – que seus destinos “foram traçados na maternidade”, bem conforme a letra da música do Cazuza. Dessa união, nasceram Janaína e Igor. Em novembro do ano passado, quando acharam que a família iria aumentar, uma notícia difícil mudou os planos do casal.

- Ela não sentia sintoma, só sentia uma bola mexendo. Fomos fazer ultrassom, que acusou uma massa no pâncreas em estágio bem avançado – conta Iagor.

Valquíria iniciou o tratamento contra o câncer no Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM), fez quimioterapia, mas não reagiu como o esperado. Em vez de se deixar abalar com a situação, ela decidiu lutar e colocar em prática sonhos que, por força das circunstâncias, haviam sido adiados.

- Esse é um sonho que a gente teve, mas foi colocando prioridade para outras coisas. Nesse momento, a equipe chegou, conversou com a gente, e a minha esposa disse que queria casar.  Me pediu em casamento e eu disse sim. Me sinto muito feliz, muito orgulhoso por estar aqui agora – recordou Iagor, enquanto aguardava a noiva, no início do tapete vermelho que decorava o jardim anexo ao Centro de Convivência Turma do Ique, ao lado do HUSM.

E, como bem escreveu e cantou Raul Seixas “Sonho que se sonha só/ É só um sonho que se sonha só/Mas sonho que se sonha junto é realidade.” Muita gente sonhou com Valquíria e Iagor. Uma corrente se formou em prol da união do casal.

A equipe da Atenção Domiciliar se envolveu na decoração, quitutes para festa, roupa para os noivos e cabelo e maquiagem para ela. Acadêmicas e musicistas da Universidade Federal de Santa Maria garantiram a trilha sonora da cerimônia. Para entrada da noiva Rosas, Versos e Vinho, de Gusttavo Lima. Para a benção das alianças Exagerado, do Cazuza. O mestre de cerimônia veio do Centro de Educação Espírita Boa Nova e, de todos os lados, familiares, amigos e servidores do hospital encheram o gramado para abençoar a união do casal. Até uma poesia foi declamada para os noivos.

Os filhos entraram com a noiva e levaram as alianças. A troca de votos, mais uma vez, emocionou a todos.

- É com muito orgulho que venho fazer esses votos para uma moça tão especial, que me cobre de amor todos os dias. Minha vida, com você aprendi muito e ainda tenho muito que aprender. Eu sei que nosso amor vai durar daqui até a eternidade. Te amo.

- Meu vida, pois foi assim que quando te vi pela primeira vez te chamei. Porque senti um sentimento puro quando você me olhou com aquele seu olhar que me conquistou. Há quase 8 anos estamos vivendo nossa história de amor, com nossos altos e baixos, mas sempre amando um ao outro e com respeito. (...) Amo você e te levarei até a eternidade porque nossa história vai continuar lá. Mas hoje é o dia mais especial. Dia que perante a Deus vamos renovar nossos votos de amor e de fidelidade. Te amo vida, te amo Iagor e sempre vou te amar.

Sob uma chuva de balões brancos, em forma de coração, os noivos deixaram o gramado e foram confraternizar com os convidados, na Turma do Ique.

- Meu sentimento agora é de mais vida. Vida sendo recovada, com mais laços de amor, união e companheirismo. Porque é o anjo que desceu do céu para me abençoar e é com ele que eu vou ficar até o último dia da minha vida e eu vou esperar ele lá na eternidade – concluiu a noiva.

Imagens: