Notícias Notícias

Voltar

Atendimentos saltarão de 962 mil para mais de 1,2 milhão por ano

contratualização

Atendimentos saltarão de 962 mil para mais de 1,2 milhão por ano


Santa Maria (RS) – O Hospital Universitário de Santa Maria, vinculado à Universidade Federal de Santa Maria e à Rede Ebserh (HUSM- UFSM/Ebserh), passará a oferecer novos procedimentos e ampliará outros que já são oferecidos à população, saltando de 962 mil para mais de 1,2 milhão de atendimentos por ano. Esse aumento é resultado de um novo contrato, assinado nesta quarta-feira, 23, com a Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul (SES-RS), para ampliar a assistência à saúde da população por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

O novo contrato prevê o reforço de R$ 5,26 milhões por ano no orçamento do HUSM-UFSM/Ebserh, o que corresponde a 7,62% a mais em relação ao anterior. Esse complemento financeiro permitirá a oferta de novos serviços como mamografia unilateral, hemoterapia, tratamentos odontológicos, terapias especializadas, entre outros.

Também haverá a ampliação de procedimentos já realizados como o diagnóstico por endoscopia, que passará de 132 para 2.124 procedimentos por ano, um aumento de mais de 1.600 %. Outros procedimentos que serão ampliados são a colonoscopia (de 720 para 1.200 por ano), métodos diagnósticos em especialidades (de 7.356 para 25.332 por ano), atendimento de urgência com observação até 24 horas em atenção especializada (de 2.880 para a 8.640 por ano), transplantes de órgãos, tecidos e células (de 1.260 para 1.728 por ano), entre outros.

Presente na cerimônia de assinatura, o presidente da Rede Ebserh, Oswaldo Ferreira, ressaltou o trabalho dos profissionais do HUSM, que buscam as melhores condições para que a unidade possa apoiar com qualidade o ensino e a pesquisa ao mesmo tempo em que oferece assistência de excelência à população. “Fica o nosso agradecimento à equipe do hospital pelo trabalho desenvolvido em prol de pessoas que precisam do HUSM e, ao mesmo tempo, pelo apoio fundamental à formação dos melhores profissionais de saúde que temos no Brasil”, disse o presidente da Rede Ebserh.

De acordo com a superintendente do HUSM-UFSM/Ebserh, Elaine Resener, desde a primeira contratualização SUS do HUSM, em 2004, houve um amadurecimento que permite um melhor monitoramento e acompanhamento das ações em benefício do usuário e da comunidade acadêmica. “Com esse contrato, nós assumimos a dimensão da nossa responsabilidade, no atendimento de média e alta complexidade, onde está inserido o ensino na graduação e pós-graduação”, avaliou a gestora. 

 

O Reitor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Paulo Afonso Burmann, fez questão de reconhecer publicamente o empenho de diversos gestores para que o contrato pudesse ser efetivado, entre eles a direção da Ebserh. "Não tenho dúvida que as articulações políticas da presidência, sua firmeza junto ao Ministério da Educação, ao Ministério da Saúde, e ao Governo do Estado, foram decisivas para esse desfecho. Precisamos celebrar, mas com a consciência de que foi apenas um degrau, as demandas vão continuar crescendo. A situação econômica do país está tirando cada vez mais pessoas dos planos privados de saúde e colocando o sistema público como referência."

Participaram da cerimônia de assinatura da contratualização o diretor de Atenção à Saúde da Rede Ebserh, Giuseppe Gatto, a secretária de estado da saúde, Arita Bergmann, o prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobom, a procuradora da República, Bruna Pfaffenzeller, e a diretora do Fórum, Fabiane Borges Saraiva, o vereador Manoel Badke, representando a presidência da Câmara Municipal de Vereadores, o secretário municipal de saúde, Francisco Harrison, além de outras autoridades da cidade e região.

Sobre a Ebserh

O HUSM-UFSM faz parte da Rede Ebserh desde dezembro de 2013. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, a os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede de Hospitais Universitários Federais atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Coordenadoria de Comunicação Social da Rede Ebserh

Imagens: