Notícias Notícias

Voltar

Superintendente do HUSM recebe título de Cidadã Benemérita em sessão solene na Câmara de Vereadores

Honras e merecimento

Superintendente do HUSM recebe título de Cidadã Benemérita em sessão solene na Câmara de Vereadores

A médica Elaine Verena Resener, superintendente do Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM), foi uma das quatro personalidades homenageadas na noite de terça-feira, 14 de maio, em sessão solene, na Câmara de Vereadores de Santa Maria. Elaine Resener foi agraciada com o título de cidadã benemérita, conferido a pessoa por destacada atuação no meio social, cultural ou político da cidade.

Logo após a mestre de cerimônias enfatizar que a indicação do nome de Elaine Resener para o título foi decisão unânime entre os 21 vereadores, Manoel Badke (DEM) fez um breve relato sobre a formação e atuação da médica na cidade, durante os mais de 40 anos que ela reside em Santa Maria.

Natural do distrito de Lagoa dos Três Cantos, Elaine deixou Tapera e chegou a Santa Maria em busca de um sonho: ser médica. De família humilde, enxergou na Universidade Federal a chance de realizar esse desejo.

- Precisava ser em uma universidade pública. Nossa família não tinha. Daí a importância das universidades públicas. (...) com o passar do tempo fui aprovada em um concurso público para atuar como médica no hospital universitário. Esse concurso foi muito comemorado pela família. Daí a importância de nós termos serviços públicos com oportunidades de concurso e acesso – Enfatisou.

Formou-se em 1979. Passou um breve período fora – em Ribeirão Preto (SP) – onde cursou mestrado e doutorado, ao mesmo tempo em que criava os três filhos, ainda pequenos, ao lado do também médico e companheiro de jornada Ewerton Nunes Moraes. Finda mais essa etapa, a família retornou ao coração do Rio Grande sem se afastar mais. Foi para a população da cidade do seu coração, como enfatizou durante o discurso, que ela dedicou todo conhecimento adquirido na universidade pública e os valores ensinados pelos pais Artur e Amélia.

- Minha trajetória em Santa Maria se baseiam em dois valores e pilares que sustentam a sociedade, que são a Educação e a Saúde. Ensinar jovens universitários e atender os doentes mais necessitados, certamente, foram as oportunidades que nos colocaram de frente no caminho da benemerência, por isso o título que recebemos hoje – acredita.

Há pelo menos 17 anos à frente do maior hospital público do interior do Estado (está no terceiro mandato), e desde 1992 como docente da Universidade Federal, Resener enfrentou e enfrenta muitos desafios.

- É um desfio permanente manter o hospital aberto e funcionando. Nos últimos 10 anos, transformamos o hospital de 320 leitos para 400 leitos e isso, certamente, amenizou muito o impacto do fechamento de leitos na região e o retardo na abertura do Hospital Regional. Atendemos 270 mil consultas especializadas ao ano e 18 mil internações ao ano. É um hospital que faz uma grande diferença. Paralelamente, formamos muitos especialistas no hospital universitário. E esse é um compromisso que assumimos com os prefeitos e secretários de saúde. Quando chegou a Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares), dissemos “vamos concursar todos os especialistas que os municípios não conseguem concursar nas suas regiões”. Cumprimos essa etapa, ampliamos nossos programas em residência médica de 30 para 50 programas – afirmou.

Foi aplaudida pelo público ao recordar a assistência prestada às famílias de Santa Maria e região durante a maior tragédia vivenciada pela cidade: a da Boate Kiss, quando o próprio filho estava entre os feridos e, nem assim ela e o marido deixaram de trabalhar salvando vidas no hospital. Passada a fase aguda, o HUSM criou o Centro Integrado de Atendimento às Vítimas de Acidente (CIAVA) que, ao longo desses anos, já prestou 18 mil atendimentos e continua atendendo 400 pessoas vítimas do incêndio.

A homenageada também recordou o período em que contribuiu com a cidade, quando atuou como Secretária Municipal de Saúde, ao investir na atenção básica.

- Inauguramos o pronto-atendimento municipal, a unidade de saúde em Camobi (local atendimento e ensino), além do Hemocentro e Centro de Saúde do Trabalhador. Falo sem medo de errar que essa experiência de gestão me transformou, para sempre, porque eu vivi o outro lado: do cidadão, do paciente e do usuário que precisa do hospital universitário. Por isso, nos esforçamos tanto e continuaremos nesse caminho sem fechar um leito – garante.

Por fim, dedicou o título de Cidadã Benemérita aos colegas de trabalho.

- Compartilho minha alegria e honra com meus familiares e dedico esse título aos colegas de hospital que construíram comigo essa trajetória. Essa homenagem é o reconhecimento do valor da universidade federal e o valor de todos aqueles que atuam no hospital universitário.

 

Personalidades homenageadas

Senhor Manoel Francisco da Silva – Cidadão Santa-Mariense

Senhora Elaine Resener – Cidadã Benemérita

4º Batalhão de Bombeiros Militar/Sede Santa Maria – Honra ao Mérito

Senhora Sirlei Dalla Lana – Vereadora Emérita

 

Imagens: