Notícias Notícias

Voltar

HUWC realiza ações diárias de combate e prevenção ao novo coronavírus

AVANÇOS

HUWC realiza ações diárias de combate e prevenção ao novo coronavírus

O Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), desde a chegada da pandemia do novo coronavírus ao Brasil, vem realizando diversas ações para o combate e a prevenção à Covid-19. Entre essas ações, estão treinamentos de profissionais, criação de fluxos específicos para atendimento de pacientes suspeitos e/ou confirmados com a doença e melhorias dos processos de trabalho assistenciais, mesmo não sendo o HUWC unidade de referência para Covid-19.
O Setor de Gestão da Qualidade e Vigilância em Saúde (SGQVS) destaca, ainda, os treinamentos relacionados ao uso adequado dos equipamentos de proteção individual (EPIs), com o detalhamento cuidadoso das etapas corretas de paramentação e desparamentação, evitando riscos de contaminação aos colaboradores. Até o dia 13 de abril, foram treinados 1.026 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas de diversos setores, tais como as clínicas médicas e cirúrgicas, UTI, sala de recuperação, ambulatórios, centro cirúrgico e serviços de diagnóstico por imagem (radiologia, endoscopia, colonoscopia e hemodinâmica).

Treinamento em coleta de swab
“Foram realizados treinamentos e dadas orientações para as equipes de higienização sobre as boas práticas na limpeza dos ambientes e o descarte de resíduos hospitalares frente a necessidade de prevenção da Covid-19”, acrescenta a enfermeira Mona Lisa Menezes Bruno, chefe do SGQVS. Ainda segundo Mona Lisa, destaca-se também o procedimento de coleta de swab, para o qual já foram treinadas 70 enfermeiras. Semelhante a um cotonete, o swab estéril é um instrumento que serve para coletar amostras clínicas de pacientes com suspeita da doença.
Já o presidente da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), o médico infectologista Jorge Luiz Nobre Rodrigues, informa que foram treinados 400 profissionais sobre intubação de pacientes suspeitos e/ou confirmados de Covid-19, com procedimentos específicos para proteção dos colaboradores, garantindo também a segurança dos pacientes.

Documentos disponíveis no site
Casos suspeitos são notificados e acompanhados pelo Setor de Gestão da Qualidade e Vigilância em Saúde, que segue estritamente todos os protocolos do Ministério da Saúde e da Secretaria da Saúde do Estado. Todos os fluxos, as notas técnicas e os demais documentos relacionados à Covid-19 estão publicados no site oficial da instituição (www.huwc.ebserh.gov.br). O fluxo de notificação de casos suspeitos e/ou confirmados de Covid-19 também está sendo alvo das ações, com treinamentos e orientações específicas aos profissionais de saúde do HUWC.
O acompanhamento das notificações é realizado pelo Núcleo Hospitalar de Epidemiologia da instituição em parceria com a CCIH. Juntos, diariamente, as áreas realizam busca ativa dos casos e reportam as informações aos órgãos municipais, estaduais e à Rede Ebserh, da qual o HUWC faz parte. “Destacamos também a entrega de kits de paramentação às unidades. Esses kits são compostos de protetor facial, máscaras N95 e cirúrgica, avental impermeável e luvas estéreis para uso dos profissionais”, ressalta o médico infectologista.
Entrega de frascos de álcool em gel glicerinado
Estão sendo entregues aos profissionais administrativos e assistenciais frascos com álcool glicerinado de uso individual. O HUWC já entregou 1.200 unidades. A ação está sendo coordenada pelo Setor de Gestão da Qualidade e Vigilância em Saúde. Já o álcool,  produzido pelo Laboratório de Manipulação do Hospital Universitário Walter Cantídio.
O superintendente do Complexo Hospitalar da UFC/Ebserh, Carlos Augusto Alencar Júnior, enfatiza que nenhum profissional deixou de usar EPI quando havia indicação e que a segurança de todos os profissionais e pacientes é a maior prioridade da instituição. Todos os dias, as ações e os treinamentos seguem no HUWC. O Setor de Gestão da Qualidade e Vigilância em Saúde, a CCIH, a Unidade de Gestão de Riscos Assistenciais e o Núcleo de Epidemiologia, com o apoio da alta gestão, está diária e incansavelmente trabalhando no combate e na prevenção da Covid-19 no hospital.
O Complexo Hospitalar da UFC, formado pelo HUWC e pela Maternidade-Escola Assis Chateaubriand, reforça que, antes mesmo de a situação se agravar no Ceará, compôs o seu Comitê de Enfrentamento à Covid-19, com publicações diárias de decisões importantes e avanços no combate à pandemia. Versões do plano de enfrentamento ao novo coronavírus também estão disponíveis no site do Hospital (http://www2.ebserh.gov.br/web/huwc-ufc/covid-19).
Confira, nos links abaixo, as manifestações de representantes de unidades que compõem o HUWC sobre o trabalho desenvolvido pela CCIH neste período de pandemia:

Resposta do Complexo Hospitalar da UFC ao ofício n°065/2020 do Sindicato dos Médicos do Ceará

Resposta do Complexo Hospitalar da UFC ao ofício nº 067/202o do Sindicato dos Médicos do Ceará

Carta aberta do Gerente de Atenção à Saúde do HUWC/UFC

Nota de Esclarecimento Associação dos Médicos do Regime Jurídico Único da Universidade Federal do Ceará – AMUFC

Nota de repúdio Setor de Gestão da Qualidade e Vigilância em Saúde do Hospital Universitário Walter Cantídio

Carta Dr. Rainardo Antônio Puster, Chefe em exercício da Unidade de Residência Médica do CH-UFC/Ebserh

Carta Dra. Claudia Maria Costa de Oliveira chefe do serviço transplante renal do HUWC-UFC e Dra. Paula Franssinetti C. B. C. Fernandes, chefe do serviço do sistema urinário HUC-UFC

Carta Dr. Fernando Barroso, chefe da hematologia e transplante de medula óssea do HUWC/Ebserh/UFC

Nota de esclarecimento Prof. Titular José Huygens Parente Garcia, Coordenador da unidade do aparelho digestivo do HUC/UFC

Carta Isabela Thomaz Takakura Guedes, médica cardiologista do Hospital Universitário Walter Cantídio

Nota de esclarecimento, Vítor Nogueira Araujo, coordenador da UTI e Alberto Hil Furtado Júnior

Carta Mônica Cardoso Façanha, Vice-coordenadora do curso de medicina – UFC e coordenadora do internato do curso de medicina - UFC


Sobre a Ebserh
O Complexo Hospitalar da UFC/Ebserh, formado pelo Hospital Universitário Walter Cantídio e pela Maternidade-Escola Assis Chateaubriand, faz parte da Rede Hospitalar Ebserh desde novembro de 2013. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.
Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Os hospitais universitários são, por sua natureza educacional, campos de formação de profissionais de saúde. A Rede Hospitalar Ebserh não é responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país, apenas atua de forma complementar ao SUS.

Imagens: