Notícias Notícias

Voltar

Prof. Dr. Carlos Augusto Alencar Júnior é o novo superintendente do Complexo Hospitalar da UFC/Ebserh

MUDANÇA NA GESTÃO

Prof. Dr. Carlos Augusto Alencar Júnior é o novo superintendente do Complexo Hospitalar da UFC/Ebserh

O Prof. Dr. Carlos Augusto Alencar Júnior é o novo superintendente do Complexo Hospitalar da UFC/Ebserh. O gestor foi empossado pelo reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Cândido Albuquerque, na tarde da última sexta-feira (04/10) em cerimônia que lotou e emocionou o auditório Paulo Marcelo, da Faculdade de Medicina. Dr. Carlos Augusto era gerente de Atenção à Saúde da Maternidade-Escola Assis Chateaubriand e substitui o Prof. Dr. Luciano Moreira na superintendência dos hospitais universitários do Ceará. A cerimônia contou com a presença do presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Oswaldo Ferreira; e do secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr. Cabeto).

Na oportunidade, o novo superintendente anunciou a sua equipe de gerentes: Arnaldo Peixoto (gerente de Atenção à Saúde do HUWC); Edson Lucena (gerente de Atenção à Saúde da MEAC); Eugenie Néri (gerente administrativa do Complexo); e Renan Magalhães Montenegro Júnior (gerente de Ensino e Pesquisa dos HUs).

Dr. Carlos Augusto afirmou que o primeiro dos objetivos para esta nova fase será incrementar ainda mais a relação do Complexo Hospitalar com a Famed (Faculdade de Medicina) e a FFOE (Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem). “Eu, que já estava na gestão, compreendi perfeitamente que a Ebserh era nossa tábua de salvação. Hoje, acredito que a quase totalidade de nossos docentes concordam que nossos hospitais melhoraram muito nesses últimos anos. Apesar disso, continuamos distantes. Assim, decidi que minha primeira atitude precisava ser de aproximação com nossas faculdades”, disse o novo superintendente.

Logo em seguida, ele anunciou sua primeira medida administrativa: a transferência da superintendência, “que estará fisicamente estabelecida fora dos hospitais, de preferência em um dos prédios de nossas faculdades aqui do Campus do Porangabuçu”. O gestor também disse que pretende aumentar a integração entre o HUWC e a MEAC, promovendo o entendimento de que essas unidades são como “dois irmãos, que até podem ter discordâncias, mas que se amam e que são capazes de tudo fazer para se protegerem e crescerem como irmãos”.

Apoiar e proteger

O presidente da Ebserh, Oswaldo Ferreira, parabenizou a todos do Complexo Hospitalar da UFC pelos serviços prestados no sentido de “fazer o bem” e “salvar vidas”. Ao explanar sobre a função da Ebserh, ele afirmou que o papel da empresa pode ser resumido nos verbos “apoiar” e “proteger”, salientando que é importante deixar claro quais são as atribuições do órgão, sem deixar de ressaltar o protagonismo das universidades.

“Essas unidades hospitalares pertencem e são das universidades. A Ebserh tem de ser bem entendida em sua função coadjuvante. Não somos protagonistas. A Ebserh existe para ajudar, apoiar. É a posição que nos compete. Os grandes protagonistas são aqueles que estão nos hospitais”, disse o presidente, afirmando ainda que cabe à estatal apoiar o ensino, a pesquisa e a assistência à saúde, “sem esquecer que somos vinculados ao Ministério da Educação”.

Agradecimento e emoção

Despedindo-se do cargo, o Prof. Luciano Moreira lembrou das dificuldades enfrentadas ao longo dos últimos anos, especialmente na transição entre o antigo modelo de gestão e o advento da Ebserh. Segundo ele, o novo modelo trouxe a reposição da força de trabalho e a modernização da gestão dos hospitais universitários, oferecendo as condições para os bons resultados apresentados nos últimos anos.

“Em resumo, posso dizer que nossos hospitais, tanto o HUWC como a MEAC, encontram-se em condição bastante razoável de funcionamento. E era mesmo hora de que uma nova gestão, um novo grupo, mais jovem e empreendedor, chegar para, em mais três ou quatro anos, levar nossos hospitais para a condição de liderança em várias áreas da medicina”, pontuou Luciano, que se disse “feliz, realizado e emocionado”. Ele recebeu três placas de agradecimento, sendo uma do Complexo Hospitalar, outra da Administração Superior da UFC e a terceira em nome da Ebserh.

Convicção do êxito

O reitor Cândido Albuquerque, ao lado do vice-reitor, Prof. Glauco Lobo, disse ter certeza de que os desafios a serem enfrentados pela nova gestão do Complexo são grandes. Porém, revelou ter também a convicção de que as dificuldades serão superadas. Tal convicção, segundo ele, reside na compreensão de que “a parceria com a Ebserh foi um passo correto que se deu no Brasil para resolver o problema dos nossos hospitais universitários”. Além disso, acrescentou, a excelência dos corpos docente, técnico e discente da Universidade fomenta o ambiente propício para a superação de qualquer obstáculo.

Presente ao evento, o secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto, disse que a expectativa é a partir de agora aprofundar a relação entre a pasta que comanda e o Complexo Hospitalar da UFC, aproximação que já vem sendo efetivada nos últimos anos.

“Já vínhamos construindo uma parceria dentro da Secretaria da Saúde, entendendo o papel dos hospitais universitários, que estão entre os mais importantes do Estado, na graduação, na pós-graduação e no treinamento dos profissionais. A Secretaria hoje entende que reconhecer o papel dos hospitais universitários é fundamental”, disse o secretário, acrescentando que já há alguns projetos conjuntos entre a Secretaria e o Complexo, como o término das obras das UTIs do HUWC e da MEAC, a ser concretizado nos próximos meses.

Conheça o Dr. Carlos Augusto

O novo superintendente Carlos Augusto Alencar Júnior tem graduação em Medicina pela Universidade Federal do Ceará (1982); mestrado (1991) e doutorado (1994) em Medicina (Obstetrícia) pela Universidade Federal de São Paulo / Escola Paulista de Medicina (Unifesp). É ainda especialista em Gestão de Hospitais Universitários Federais no SUS pelo Hospital Sírio-Libanês (2015). Professor do Departamento de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente da Faculdade de Medicina da UFC, foi diretor assistencial (2011) e gerente de Atenção à Saúde da Maternidade-Escola Assis Chateaubriand, do Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Ceará (desde 2013). Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em gestação de alto risco e medicina fetal.

Com informações da Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC e das Unidades de Comunicação Social do Complexo Hospitalar da UFC/Ebserh (HUWC e MEAC)

 

Veja fotos da cerimônia.

Veja a matéria da UFCTV com a cobertura da cerimônia.