Notícias Notícias

Voltar

PRAVIDA abre a programação do Setembro Amarelo, de prevenção ao suicídio

SETEMBRO AMARELO

PRAVIDA abre a programação do Setembro Amarelo, de prevenção ao suicídio

O Programa de Apoio à Vida (PRAVIDA), iniciativa de ensino, pesquisa e extensão da Universidade Federal do Ceará voltada à prevenção do suicídio, realizou, na manhã de segunda-feira (2), no Auditório Antônio Martins Filho, da Reitoria, a abertura da programação do Setembro Amarelo. O PRAVIDA é desenvolvido no Hospital Universitário Walter Cantídio, unidade do Complexo Hospitalar da UFC, vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

Ao longo deste mês, diversas atividades, como palestras, cursos e caminhada, serão realizadas. Para domingo (8) está prevista a tradicional Caminhada pela Vida, na Av. Beira-Mar, com saída do espigão da Av. Rui Barbosa, no aterro da Praia de Iracema, às 16h.

Uma novidade anunciada na solenidade foi a criação do PRAVIDA-I, para acompanhamento de crianças e adolescentes, graças a uma parceria com o Hospital Infantil Albert Sabin, da rede estadual de saúde. 

Foto: Viktor Braga

Na solenidade de abertura, o Prof. Fábio Gomes de Matos informou que ao longo dos 15 anos de existência o PRAVIDA já atendeu 2.700 pessoas com ideação suicida ou que já tentaram tirar a própria vida. Por três meses, os atendidos recebem acompanhamento no PRAVIDA e nesse período saem da faixa de alto risco para baixo risco, sendo encaminhados para tratamento em outras unidades da rede pública de saúde.

Ele explicou que o PRAVIDA nunca perdeu um dos assistidos por suicídio. Mesmo assim, o Prof. Fábio Gomes de Matos alertou que o problema é da maior gravidade e muito ainda falta ser feito, uma vez que as estatísticas revelam que ocorrem pelo menos 12 mil suicídios por ano no Brasil, sendo cerca de 600 no Ceará. Ele defendeu uma maior integração entre os que atuam em questões que envolvem o problema do suicídio – academia, gestores públicos, parlamentares e sociedade – para a efetivação de uma verdadeira “rede da vida”.

O projeto da UFC já serviu de modelo para iniciativas no interior do Estado, como o PRAVIDA-Paracuru e PRAVIDA-Canindé, e outras iniciativas ampliam sua atuação. Na solenidade foi divulgada a criação do PRAVIDA-I, voltado a crianças e adolescentes, em parceria com o Hospital Infantil Albert Sabin. Em 2017, já havia sido criado o PRAVIDA dos Surdos, com a equipe multiprofissional contando com o apoio de intérprete de Libras para melhor atendimento desse público.

Na mesa de abertura do evento, junto com o Prof. Fábio Gomes de Matos, estavam o promotor de Justiça Hugo Mendonça, representando o Projeto Vidas Preservadas, que tem como missão contribuir para a prevenção do suicídio no Ceará, através da ação conjunta entre o Ministério Público e a sociedade; o psiquiatra Eduardo Barcelar, presidente do Núcleo de Psiquiatria do Estado do Ceará (NUPEC); a enfermeira e professora da UFC Ivoneide Veríssimo; a psicóloga e professora da Universidade Estadual do Ceará (UECE) Alessandra Silva Xavier; Joyce Mendes, do PRAVIDA-Canindé; o vereador Jorge Pinheiro; o cordelista Gerardo Carvalho (Pardal), autor do cordel Suicídio - Falar é a melhor solução; e o representante do deputado federal Célio Studart, João Pedro.

programação completa do Setembro Amarelo já está disponível.

Saiba mais nas redes sociais do PRAVIDA: Facebook e Instagram.

Fonte: PRAVIDA – fones: (85) 3366 8149 e 98400 5672

 

Com informações da Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC