Serviço de Engenharia Clínica no Ch-UFC/EBSERH Serviço de Engenharia Clínica no Ch-UFC/EBSERH

Serviço de Engenharia Clínica no Ch-UFC/EBSERH

O serviço de Engenharia Clínica do Complexo Hospitalar da UFC/Ebserh, que contempla o Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) e a Maternidade Escola Assis Chateaubriand (MEAC), é gerenciado pelo Setor de Engenharia Clínica do CH-UFC e pelas suas unidades vinculadas, sendo a Unidade de Engenharia Clínica do HUWC e a Unidade de Engenharia Clínica da MEAC, que são responsáveis pela gestão do parque de equipamentos médicos.

Além das atividades técnicas e administrativas de reponsabilidade do serviço de Engenharia Clínica quanto à gestão de equipamentos médicos, por se tratar de um complexo de hospitais públicos federais, a equipe de colaboradores do serviço também desempenha atividades de gestão que são específicas da administração pública.

Para apresentar as atividades realizadas é necessário destacar os principais tópicos relacionados com as atividades desempenhadas pelo serviço de engenharia clínica:

  • Gestão da manutenção;
  • Manutenção corretiva e intervenções técnicas programadas;
  • Aquisição de equipamentos;
  • Contratação de serviços (continuados e não continuados);
  • Capacitação quanto ao uso dos equipamentos;
  • Elaboração de descritivo técnico de produtos (equipamentos para aquisição, aquisição de insumos e equipamentos para comodato);
  • Apoio técnico em processos licitatórios (aquisição de produtos e contratação de serviços);
  • Acompanhamento técnico para recebido de bens adquiridos e recebimento de serviços prestados;
  • Fiscalização técnica de serviços contratados (manutenção preventiva, corretiva e calibração) envolvendo equipamentos médico-assistenciais, que envolvem acompanhamento de serviços, registros, documentações, notificações, cálculos de medições de notas fiscais, esclarecimentos, entre outras demandas referente a ações que garantam qualidade dos serviços prestados, transparência e segurança de usuários e pacientes;
  • Resolução de problemas junto à fornecedores e prestadores de serviços;
  • Resposta de esclarecimentos técnicos de setores administrativos e assistenciais;
  • Avaliação e planejamento de manutenções junto às empresas prestadoras de serviços;
  • Auxílio aos serviços de infraestrutura física na elaboração de projetos e soluções de problemas relacionados à infraestrutura física dos Hospitais;
  • Recebimento e avaliação de materiais permanentes;
  • Elaboração de pareceres técnicos de desativação de equipamentos médico-assistenciais;
  • Resposta e esclarecimentos solicitados pela Ouvidoria relacionados à equipamentos médico-assistenciais;
  • Resposta e esclarecimentos solicitados por órgãos de controle;
  • Elaboração de pareceres técnicos de investigação de eventos adversos (tecnovigilância);
  • Desenvolvimento e revisão de processos gerenciais e procedimentos técnicos de manutenção e calibração de equipamentos médico-assistenciais;

Assim, a partir da descrição das atividades desempenhadas, pode-se considerar que a Engenharia Clínica se relaciona diretamente com um grande número de unidades e setores para o desenvolvimento de suas atividades, tanto das áreas administravas como assistenciais, sendo um serviço estratégico para a instituição.


Mais Informações

Mais Informações

A Engenharia Clínica é a área da engenharia direcionada à gestão de equipamentos médicos. No ambiente hospitalar, a atuação inicia pelo processo de planejamento para aquisição, elaboração de especificação técnica, processo de compra e instalação do produto. Além disso, é responsável por gerenciar as manutenções corretivas, preventivas e calibrações, com o objetivo de otimizar a disponibilização dos equipamentos às áreas assistenciais e garantir que esses estejam aptos para o uso.

Dentre outras atividades que fazem parte do escopo da Engenharia Clínica, estão a gestão de custos com manutenção, a gestão de contratos de serviços, ações relacionadas à tecnovigilância envolvendo equipamentos médicos e o planejamento de treinamentos operacionais, com o objetivo de capacitar a equipe assistencial quanto ao uso adequado das tecnologias disponíveis.

Portanto, considera-se que esse serviço tem como objetivo principal disponibilizar os equipamentos médicos em boas condições de uso às áreas assistenciais para garantir a segurança dos profissionais de saúde e dos pacientes.

Além disso, a Engenharia Clínica atua para que a instituição atenda à legislação vigente aplicada à área. Como exemplo, destaca-se a RDC nº 02/2010 da Anvisa, que “dispõe sobre o gerenciamento de tecnologias em saúde em estabelecimentos de saúde”.

A Engenharia Clínica se apresenta como uma área estratégica para suprir a Administração do hospital de informações técnicas para o planejamento da aquisição de equipamentos, incorporação de novas tecnologias e necessidade de renovação do parque tecnológico, além de ser responsável por proceder com as ações necessárias para viabilizar as intervenções técnicas e a disponibilização de equipamentos médicos para uso na instituição.

Portanto, a Engenharia Clínica tem um papel fundamental para garantir a gestão adequada do parque de equipamentos médicos do hospital, atender à legislação vigente, prover informações para subsidiar decisões estratégicas e prestar o suporte às áreas assistenciais quanto à capacitação e proceder com a execução de serviços técnicos nos equipamentos.

Conforme definido no documento publicado pela Ebserh/SEDE em março de 2013, ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DOS HOSPITAIS SOB GESTÃO DA EBSERH: DIRETRIZES TÉCNICAS, seguem o objetivo e competências do Setor e Unidade de Engenharia Clínica:

OBJETIVO:

A finalidade do Setor de Engenharia Clínica é suprir o hospital quanto às necessidades de implantação, manutenção e recuperação do parque tecnológico.

COMPETÊNCIAS:

I. Elaborar, em consonância com a EBSERH, o Plano de Manutenção do Parque Tecnológico do hospital;

II. Subsidiar tecnicamente o processo de aquisição de equipamentos médico-hospitalares, laboratoriais e odontológicos;

III. Subsidiar tecnicamente o processo de contratação de serviços de manutenção preventiva e corretiva de equipamentos médico-hospitalares, laboratoriais e odontológicos;

IV. Acompanhar o recebimento e distribuição de equipamentos médico-hospitalares, laboratoriais e odontológicos entregues no hospital, bem com as instalações nas suas unidades;

V. Acompanhar a execução dos serviços de manutenção preventiva e corretiva em equipamentos médico-hospitalares, laboratoriais e odontológicos realizados por empresas contratadas pelo hospital;

VI. Promover e apoiar programas de capacitação de recursos humanos na operação e manutenção dos equipamentos médico-hospitalares, laboratoriais e odontológicos, nas unidades do hospital;

VII. Coordenar a política de avaliação e incorporação de novas tecnologias em saúde, no que se refere aos equipamentos médico-hospitalares, laboratoriais e odontológicos no hospital; e

VIII. Subsidiar tecnicamente a elaboração dos projetos de arquitetura e engenharia no que se refere à instalação de equipamentos médico-hospitalares, laboratoriais e odontológicos no hospital.

Considerando as diversas atividades desempenhadas pelo serviço, a Engenharia Clínica no CH-UFC/Ebserh está estruturada com o seguinte organograma:

 

O Setor e as Unidades de Engenharia Clínica desempenham atividades de natureza técnica e administrativa. No entanto, considerando o universo de atividades de responsabilidade do serviço de Engenharia Clínica, de um modo geral, as responsabilidades estão distribuídas da seguinte forma:

SETOR DE ENGENHARIA CLÍNICA

Desenvolver e revisar processos gerenciais relacionados ao serviço de Engenharia Clínica.

Monitorar o Contrato de Objetivos relacionados à disponibilização de recursos de custeio e investimentos da Ebserh Sede.

Proceder com a gestão financeira dos custos com serviços contratados.

Proceder com a gestão orçamentária dos investimentos em equipamentos.

Viabilizar a elaboração do plano de aquisição anual de equipamentos para CH-UFC/Ebserh.

Viabilizar o planejamento e acompanhar os processos de aquisição de equipamentos médicos.

Viabilizar o planejamento e acompanhar os processos de contratação de serviços demandados e formalizados pelas Unidades.

Proceder com a renovação de contratos de serviços vigentes.

Acompanhar as demandas da Ebserh Sede, Superintendência, Gerência Administrativa, DLIH e Auditoria Interna.

 

 

UNIDADES DE ENGENHARIA CLÍNICA (HUWC E MEAC)

Fiscalizar tecnicamente os recebimentos e ativação de equipamentos adquiridos.

Fiscalizar tecnicamente os serviços contratados.

Formalizar as demandas para contratação de serviços continuados e não continuados.

Elaborar o plano de substituição anual e viabilizar a elaboração do plano de aquisição anual de equipamentos do Hospital.

Elaborar os descritivos de equipamentos e insumos, bem como emitir pareceres técnicos de produtos relacionados com os processos licitatórios.

Elaborar as descrições de serviços para contratação, bem como emitir pareceres técnicos relacionados com os processos licitatórios.

Coordenar e gerenciar as atividades técnicas de Engenharia Clínica, incluindo a manutenção e demais intervenções em equipamentos médicos.

Manter atualizado o cadastro dos equipamentos médicos do parque tecnológico do Hospital.

 

 

Apesar da fiscalização técnica de serviços contratados ser de responsabilidade das Unidades de Engenharia Clínica, devido a quantidade elevada de serviços contratados que são necessários para manter os equipamentos do CH-UFC/Ebserh e por possuir 03 Engenheiros Clínicos no quadro de colaboradores (01 no Setor, 01 na Unidade do HUWC e 01 na Unidade do HUWC), todos os Engenheiros atuam como fiscais técnicos de serviços contratados e são designados como responsáveis técnicos dos Hospitais, desempenhando atividades técnicas e administrativas de responsabilidade do cargo. Assim, também são realizadas as seguintes atividades técnicas (diretamente ou em conjunto com outros colaboradores da equipe técnica) nas áreas assistenciais e área técnica da Engenharia Clínica:

  • Fiscalização técnica de serviços contratados e recebimento de equipamentos adquiridos;
  • Orientação à equipe técnica da Engenharia Clínica e orientação aos usuários;
  • Avaliação de equipamentos e insumos relacionados a notificações de tecnovigilância;
  • Avaliação e testes de insumos adquiridos (ou em avaliação) para uso nos equipamentos disponíveis na instituição;
  • Rondas e vistorias nas áreas assistenciais para inspeção, testes e avaliações técnicas de equipamentos, para identificação de serviços a contratar e para avaliação de serviços executados pela equipe técnica contratada ou por prestadores de serviços externos;
  • Rondas e vistorias nas áreas assistenciais para inspeção e avaliação técnica para proceder com o planejamento de aquisição de equipamentos ou para proceder com a análise quanto à desativação de equipamentos;
  • Testes e inspeções necessárias para proceder com a fiscalização técnica relacionadas com o recebimento técnico e ativação de equipamentos, bem como para proceder com a fiscalização técnica relacionadas com o recebimento técnico de serviços relacionados com intervenções em equipamentos médicos;
  • Acompanhamento e/ou execução de manutenção corretiva e intervenções programadas (manutenção preventiva, calibração, teste de segurança elétrica);

Setor de Engenharia Clínica CH-UFC: (85) 3366-8573

Unidade de Engenharia Clínica HUWC: (85) 3366-8362

Unidade de Engenharia Clínica MEAC: (85) 3366-8573

Para solicitação de serviços técnicos da Engenharia Clínica através do software de gestão:

https://engeclinic.globalthings.net/

Para solicitação de serviços técnicos da Engenharia Clínica:

HUWC: (85) 3366-8362

MEAC: (85) 3366-8553

Horário de funcionamento para solicitação de serviços técnicos:

De segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Telefone plantão 24h: (85) 98154-4215