Palavra do Reitor Palavra do Reitor

A maternidade que dá lições de excelência

PALAVRA DO REITOR

 

     A Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (MEAC), criada com o nome de Hospital Popular, nasceu do anseio e labor de diversos setores e personalidades da sociedade cearense em proporcionar ao Estado seu primeiro centro de assistência, ensino e pesquisa para o cuidado à saúde da mulher e do recém-nascido. Liderada pelo então diretor dos Diários Associados, o Senador João Calmon, essa iniciativa percorreu um longo caminho até a inauguração do equipamento, em dezembro de 1963, quando passou aos cuidados da Universidade Federal do Ceará (UFC).

     Impulsionada pelo compromisso, qualificação e idealismo de seus profissionais e gestores desde a fundação, a Maternidade-Escola rapidamente se tornou referência em saúde materno-infantil no Ceará e no Nordeste, posição consolidada hoje por uma ampla infraestrutura ambulatorial, cirúrgica, obstétrica, diagnóstica e de emergência nas áreas de Obstetrícia, Ginecologia, Mastologia e Neonatologia. 

     A excelência no atendimento prestado pela MEAC é reconhecida por órgãos nacionais e internacionais de prestígio e rendeu importantes títulos à instituição, que é motivo de orgulho para todo o Estado. O mais recente foi o Prêmio Dr. Pinotti (2019), concedido pela Câmara dos Deputados a entidades governamentais e não-governamentais com trabalhos ou ações de destaque na promoção do acesso e melhorias nos serviços de saúde da mulher. Este prêmio ratifica a chancela recebida do Ministério da Saúde, em 2016, ocasião na qual a Maternidade-Escola se tornou o primeiro centro de apoio ao desenvolvimento das boas práticas de atenção obstétrica e neonatal no Brasil. 

     Como centro de apoio, a MEAC reforçou seu caráter formador, ampliando a oferta de cursos e visitas técnicas provenientes de outros hospitais. Anualmente, recebe mais de 1.200 estudantes de graduação da UFC e de outras instituições públicas e privadas do Nordeste para a prática de residência e estágio supervisionado em suas instalações. São futuros profissionais da saúde que buscam a Maternidade-Escola por sua expertise em gestações de alto risco e humanização no atendimento, encontrando na experiência mais que conhecimento – uma filosofia de dedicação e generosidade para com o paciente e o serviço público. 

     Na primeira linha de prestação de serviços à sociedade, orgulha-nos o Banco de Leite da Maternidade-Escola, credenciado na categoria A pela Rede Global de Bancos de Leite Humano, e programas de relevo como a Rede de Cuidados a Gestantes e Puérperas em uso de Tabaco, Álcool e Outras Drogas Dependentes Químicas (REMDA), que trabalha a assistência integrada e interdisciplinar para suporte e acolhimento às pacientes que sofrem com a dependência química. 

     Ressalte-se também a contribuição científica com avanços tecnológicos e a realização de cirurgias inéditas no Estado, como as fetais com o útero a céu aberto e as de construção vaginal com o uso da pele da tilápia, que têm amplificado o reconhecimento internacional às pesquisas da UFC.

     Com maestria e sensibilidade, este nosso hospital de ensino segue estendendo sua atuação, em especial à população mais carente e residente nos municípios interioranos. Orgulhosos de tal patrimônio do Estado, responsável por fazer com que a UFC esteja presente na vida de tantos cearenses desde o momento em que chegam a este mundo, seguimos comprometidos com a formação de excelência de novos profissionais de saúde e com a nobre missão de dar à luz as novas gerações de filhos e filhas desta terra.

 

Prof. Dr. José Cândido Lustosa Bittencourt de Albuquerque

Reitor da Universidade Federal do Ceará