Notícias sobre o SIG Notícias sobre o SIG

Voltar

Painel de indicadores hospitalares da Ebserh é finalista de prêmio

Administração Pública

Painel de indicadores hospitalares da Ebserh é finalista de prêmio

Conip Excelência 2015 avalia iniciativas que tenham foco em melhorar o atendimento ao cidadão

A Empresa brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) é finalista do Prêmio Conip Excelência 2015, realizado pelo Congresso de Informática e Inovação na Gestão Pública. O Painel de Gestão de Indicadores Hospitalares, uma iniciativa da Diretoria de Gestão de Processos e Tecnologia da Informação (DGPTI) da estatal, foi selecionada entre cerca de 160 projetos de órgãos públicos de todo o país.

O objetivo da iniciativa é premiar as ideias que tenham foco em melhorar o atendimento ao cidadão, fortalecer os espaços de participação pública e aprimorar a gestão da administração pública. Na última etapa do evento, que ocorrerá em 18 de agosto, os 14 projetos finalistas apresentarão suas experiências para um júri e também em forma de palestras durante o Conip, evento reconhecido como o principal fórum de inovação que aponta as tendências de uso de tecnologias na gestão pública.

O diretor da DGPTI, Cristiano Cabral, ressalta a importância do Painel de Indicadores na atividade dos hospitais, dando transparência às ações e possibilitando o acompanhamento da rotina. “Você consegue acessar dados de internação, de consultas, de pacientes, de médicos, ambulatório tudo online. Dá até para ligar para o paciente e saber se foi atendido. É uma informação que ficava guardada”, comenta.

Cabral ainda ressalta a função de apoio do painel, que fornece dados para que o gestor tome decisões, beneficiando o paciente. “Você consegue avaliar a taxa de ocupação do hospital; se tem leito desocupado; se o hospital tá superlotado. Caso um setor não realize atendimento é possível monitorar para saber o que aconteceu. Antes, era tudo mais difícil”, analisou.

Processo seletivo

A avaliação dos trabalhos é feita por especialistas de diversas universidades brasileiras, de norte a sul do País. Não podem concorrer ideias, projetos ou iniciativas que não tenham resultados para apresentar.

Julgados, os projetos receberam notas de 0 a 4, segundo quesitos como inovação e ineditismo, relevância, efetividade e facilidade de reprodução, cada qual com peso específico. Foram selecionados aqueles que atingiram notas entre 3 e 4.

“Mais de 60% da programação do Conip traz casos práticos e o número de inscrições no Prêmio reflete o reconhecimento do setor na credibilidade do Congresso e em suas propostas. Recebemos projetos excelentes, mas especialmente os finalistas merecem destaque por terem gerado valor em relacionamento entre gestão pública e cidadão”, destaca a gerente do fórum, Renata Figueiredo.

Podem concorrer somente iniciativas já em funcionamento tanto no âmbito interno, com melhorias nos processos de gestão pública, como no âmbito externo, com iniciativas de prestação de serviços, informações, garantias de direito, transparência e participação, sempre com foco no cidadão.

Coordenadoria de Comunicação Social da Ebserh